eliminar custos logísticos
Custos e processos logísticos

Eliminar custos logísticos ao invés de cortar: qual a diferença?

Entre os inúmeros desafios existentes na rotina de uma empresa, conciliar os custos com uma boa produtividade, sobretudo na logística, desponta como um dos mais complexos deles. Operar de forma eficiente e considerar o verdadeiro conceito do termo — produzir mais, gastando menos — exige uma gestão assertiva, na qual eliminar custos logísticos é muito importante.

Os processos envolvidos na logística estão entre os que mais consomem o orçamento da empresa e, em um período de recessão como o que vivemos, otimizar os gastos de forma inteligente sem prejudicar as operações do negócio é um diferencial valioso.

No entanto, é preciso ter em mente que eliminar custos é bem diferente de cortá-los. O que muitos gestores fazem, erroneamente, é adotar medidas imediatistas que cortam gastos de forma deliberada e sem dimensionar os reflexos.

Por isso, para que você não cometa esse erro, preparamos este post para mostrar porque eliminar custos é mais vantajoso que cortar. Continue a leitura e confira!

Qual a diferença entre eliminar custos logísticos e cortá-los?

A noção básica dessa diferenciação está na profundidade das mudanças necessárias, nos reflexos e também nos benefícios experimentados pela empresa.

Como dito, muitos gestores acabam “metendo os pés pelas mãos” e adotam medidas emergenciais, como cortar o máximo de gastos possíveis, sem planejar ou estudar os impactos que isso causará nas atividades.

Dessa forma, é possível entender que cortar gastos é realizar ações pontuais, reversíveis e que nem sempre trazem as vantagens esperadas para o negócio.

Por outro lado, eliminar custos é uma tarefa muito mais estratégica e baseada em um planejamento com o objetivo de fazer com que tudo aquilo que onera o orçamento da empresa sem necessidade seja, de fato, eliminado.

Em outras palavras, ao eliminar custos, busca-se otimizar de forma duradoura os processos logísticos da companhia com a remoção de gargalos, desperdícios de recursos e tempo, enxugando processos, além de muitas outras ações. Tudo isso, sem comprometer os resultados ou realizar sacrifícios desnecessários.

Como a logística lean pode auxiliar no controle de custos do setor?

No contexto de otimização dos custos operacionais relacionados à logística, um conceito em especial tem se tornado cada vez mais presente dentro das organizações: a logística lean.

De maneira simples, o termo em questão tem por trás todo um ideal de operação mais enxuta, criado pela Toyota. Basicamente, a proposta dessa metodologia é eliminar os desperdícios no processo produtivo para tornar as atividades mais eficientes, econômicas e rentáveis para a empresa.

Para conseguir otimizar a logística, o conceito lean opera com base em diferentes ações estratégicas, das quais é possível citar:

  • mapeamento contínuo dos processos;
  • redução dos níveis de estoque — o que reduz os custos com o armazenamento e otimiza o capital de giro do negócio;
  • redução da movimentação de mercadorias;
  • alinhamento mais preciso entre as demandas dos clientes e as soluções oferecidas pela empresa;
  • otimização da cadeia de suprimentos para torná-la mais fluida, regular e ágil — o que reduz a dependência de grandes estoques;

Embora os benefícios da logística lean sejam bastante atraentes, para obtê-los é preciso realizar um conjunto de ações. Todo o negócio deve estar alinhado com essa política, de modo que a integração é uma das palavras de ordem para o sucesso da estratégia.

Nesse sentido, colaboradores, gestores, líderes, fornecedores e toda a infraestrutura da empresa devem ser compatíveis com os ideais. A tecnologia, sem dúvida, acaba ocupando uma posição de destaque, já que é por meio dos seus recursos que é possível automatizar processos, melhorar a gestão e trabalhar com base em indicadores precisos — o que aumenta significativamente o valor da tomada de decisão.

Quais as melhores soluções para eliminar custos logísticos atualmente?

Como já foi dito anteriormente, a tecnologia tem um papel determinante na otimização de custos dentro das empresas. Ao se tratar de logística, a lógica é basicamente a mesma. Trabalhar com base na inovação, na utilização de sistemas informatizados e no uso estratégico de dados é o melhor caminho para eliminar custos.

Além disso, existem outras ações bastante efetivas para a contenção de custos nas operações logísticas. A exemplo, listamos algumas a seguir. Confira!

Monitoramento de processos

Conhecer cada etapa da cadeia de suprimentos é um dos pilares para a sua otimização. Só os gestores que conhecem a fundo cada tarefa desenvolvida estão aptos a identificar pontos de atenção, erros e eventuais gargalos nos processos.

Hoje, softwares específicos para o mapeamento e controle de processos fornecem todo o suporte informativo para que os líderes e gestores consigam acompanhar, de maneira integrada e em tempo real, o desempenho das atividades realizadas. Desse modo, investir nesse tipo de solução é uma recomendação.

Otimização das rotas

Em um país de dimensões continentais como o Brasil, ter inteligência logística é fundamental para que gastos desnecessários não ocorram nos deslocamentos. Para isso, otimizar as rotas dos veículos e acompanhar o trajeto são algumas das medidas que mais impactam positivamente o orçamento.

Organizar as entregas, por exemplo, para aproveitar ao máximo a capacidade dos veículos e o trajeto que eles farão é uma forma de reduzir a quantidade de viagens, diminuir os gastos com transporte e também o prazo das entregas.

Mais uma vez, a tecnologia está a serviço das empresas. Softwares de roteirização já conseguem traçar as melhores rotas para o transporte e, para isso, levam em consideração não só distância, mas a ordem das entregas, o tempo de deslocamento, além de outras variáveis capazes de melhorar o aproveitamento do frete.

Por fim, cabe também mencionar a importância que contratar uma empresa especializada na otimização dos processos logísticos a partir do uso da tecnologia possui para os resultados do negócio.

No cenário empresarial atual, em que a competitividade é intensa, não há mais espaço para burocracia e lentidão. Tudo pode ser gerenciado a partir da tela de um dispositivo móvel, o que proporciona muito mais segurança, controle e agilidade para os gestores. Essa é logística 4.0!

Portanto, fica mais do que claro que, para eliminar custos logísticos, é preciso inovar e contar com o apoio de soluções tecnológicas.

Agora que você já sabe a importância de eliminar custos logísticos, o que acha de dar mais um passo e aprender a fazer isso na prática? Baixe o nosso infográfico e mãos à obra!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Artigos relacionados

Mais
Imagem relacionada ao texto

Rateio de custos: o que um profissional de logística precisa saber?

Em empresas do comércio e indústrias, existem gastos relacionados a diversos departamentos ou setores. É uma prática comum que cada […]

Categoria: Custos e processos logísticos
Mais
Veja-como-promover-a-redução-de-custos-logísticos

Veja como promover a redução de custos logísticos

Os processos logísticos costumam provocar muitas dores de cabeça nos gestores das empresas. A logística já chegou a ser considerada […]

Categoria: Custos e processos logísticos
Mais
Transporte de carga

Custos operacionais do transporte de carga

Quem atua diretamente com logística tem que lidar com inúmeros desafios, que vão desde a redução no custo do frete […]

Categoria: Custos e processos logísticos
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também