Segurança no transporte: tendências para 2017

Artigos

segurança no transporte

Escrito por Ana Beatriz

Data: 12/01/2017

Atualmente, um dos principais desafios da logística é oferecer um serviço segurança no transporte de cargas de seus clientes. Esse cenário se torna ainda mais difícil no Brasil, pois os números de roubos aumentam a cada ano. Somente no primeiro trimestre de 2016 foi registrado um aumento de 11%, comparado a 2015, totalizando 1.988 casos.

Esses números refletem em um prejuízo bilionário para todo setor, o canal de TV Globonews apresentou um levantamento realizado pela NTC e Logística que destacou como o número de perdas superou R$ 1,12 bilhão em 2015. Para que esses números sejam combatidos, o uso da tecnologia é fundamental e a presença dela em 2017 dará base ao segmento.

Os principais pontos serão ligados a dar transparência ao processo de entrega, permitir que seu cliente acompanhe todo processo será importante, os caminhões autônomos e até uso de drones serão outras coisas que sofrerão avanços e logo se farão presentes no cotidiano dos grandes centros econômicos do mundo.

Roteiro definido e mais segurança no transporte

Criar um roteiro do trajeto a ser percorrido pelo caminhoneiro é uma atividade bastante comum dentro do setor de transportes. Entretanto, existem ferramentas que realizam este processo de forma automática.

Este software é conhecido como roteirizador. Ele é uma ferramenta tecnológica que auxilia as empresas de transporte de cargas e que possuem distribuição de produtos em diversos locais diferentes.

Com a roteirização você consegue:

  • Planejar as melhores rotas de entregas dos produtos, analisando o percurso/trânsito/condições das estradas;
  • Acertar no dimensionamento do tamanho do caminhão por meio do volume de carga, resultando em otimização de tempo e redução de custos;
  • Monitorar se os colaboradores estão cumprindo o roteiro de entrega, melhorando o gerenciamento da sua equipe e da sua frota.

Para os embarcadores existirá maior segurança no transporte, pois todo o percurso será definido antes do início do frete. Já as transportadoras terão um valor agregado maior perante o mercado, desta forma, além de reduzir os custos, podem aumentar sua margem de lucro.

Rastreio com precisão e disponível para todos

O uso de rastreadores é comum dentro do mercado logístico. Quase todos os caminhões possuem esse tipo de aparelho que funciona via satélite GSM/GPRS (via satélite) ou radiofrequência.

Com a evolução da tecnologia e aumento da presença mobile dentro da sociedade esse modelo de monitoramento ficou com maior precisão. Ele auxilia plataformas que permitem o acompanhamento.

Atualmente, quando você está com o GPS de seu celular ativado, por exemplo, as torres de telefone apresentam sua localização com  uma pequena margem de erro.

Quando realizar o investimento em um rastreador leve em consideração a sua real necessidade e a segurança no transporte.

Radiofrequência

O rastreador via radiofrequência, por exemplo, é mais indicado para veículos que circulam dentro da área de cobertura regional. Ele é imune a interferências externas e interrupções do sinal.

Esse sistema, na verdade, é tido como o mais avançado em termos de tecnologia de rastreamento e monitoramento veicular. Seu principal diferencial está no fato de conseguir localizar caminhões em ambientes fechados e cobertos, mantendo uma boa recepção dos sinais.

Via satélite

Por outro lado, o rastreador via satélite (GSM/GPRS) é recomendado para veículos que costumam sair de sua cobertura regional. Ou seja, o modelo é indicado para usuários acostumados a realizar viagens longas, por exemplo.

Essa plataforma é comum em empresas de rastreamento veicular, pois se destaca por sua abrangência em todas as regiões do Brasil, se estendendo às áreas cobertas pelas empresas e operadoras de telefonia.

Logo, a decisão de compra varia de acordo com os hábitos de cada transporte.

Transportadoras que possuem tecnologias atuais já possuem um painel virtual, por exemplo, que possibilita que o embarcador acompanhe a rota em todos seus detalhes. Esses sistemas de rastreamento de frota aumentam a segurança do transporte e permitem que sejam enviados alertas e bloqueio de veículos, caso seja necessário.

Desempenho gerenciado virtualmente

Você já ouviu falar em telemetria? É um sistema que fornece informações e controles relacionados ao desempenho do veículo, motorista e da operação.

A telemetria oferece diversos benefícios para uma gestão de frota eficiente e maior segurança no transporte de cargas, como:

  • Identificador de RFID
    Identificação por radiofrequência ou RFID (do inglês “Radio-Frequency IDentification”) é um método automático que, por meio de sinais de rádio, recupera e armazena dados remotamente.
  • Sensor de temperatura
    Possibilita monitorar a temperatura da carga e também do motor. Além de prevenir superaquecimentos de motor, este recurso é muito vantajoso para veículos com “baú frigorífico”.
  • Controle de kilometragem e velocidade
    Acompanhamento real do controle de velocidade via internet, identificando se o tacógrafo ou o velocímetro foram desligados.
  • Controle de RPM
    Permite controlar e atuar quando ultrapassados os valores estabelecidos possibilitando assim avaliar a dirigibilidade econômica.
  • Identificação de chuva
    Sensor para identificar a condução do veículo em pista molhada. Desta forma, atuando através de redutor de velocidade.
  • Freadas e acelerações bruscas
    Permite configurar os limites de freada e aceleração de acordo com cada tipo de veículo.
  • Controle de abastecimento
    Informa o volume do combustível no tanque. O controle de abastecimento é um forte aliado na hora de de evitar fraudes ou roubos de combustível.
  • Controle de embreagem
    Identifica se o condutor faz mal-uso da embreagem o que resulta em desgastes desnecessários e excessivos do equipamento. O controle de embreagem ajuda aumenta a segurança no transporte.
  • Controle de pressão do óleo
    Informa se o bem está sendo conduzindo com o óleo abaixo ou acima do nível ou a pressões inadequadas.

Utilizando a telemetria, há um aumento na segurança do transporte e dos colaboradores, refletindo no gerenciamento da frota.

Monitoramento via mobile

Atualmente as informações devem ser atualizadas cada vez mais rápido! Esperar muito tempo para que o status mude pode fazer com que a confiança de seu cliente diminua. Aumentando
a chance dele repensar se vale a pensa utilizar seu serviço. Para que isso não ocorra o celular é seu maior aliado.

Possibilitar um monitoramento de carga via mobile é muito importante! No momento da entrega o motorista  pode coletar a assinatura do recebedor, tira uma foto do local com a carga e preenche no sistema as informações
necessárias. Desta forma, o gestor e o cliente recebem a informação em tempo real, permitindo maior segurança no transporte.

Caminhões autônomos e drones

Se voltarmos 5 anos atrás, poucos diriam que seria possível ver automóveis, de qualquer porte, rodando sem a presença humana, mas hoje isso é uma realidade. Essa inovação chegou primeiro nos carros de passeio, mas agora já se faz presente também nos caminhões. Já foram realizados testes e essa nova possibilidade trará mais segurança no transporte de cargas. Diversos pontos serão melhorados

  • Descanso do motorista – que irá acompanhar o trajeto dentro do automóvel, mas não irá dirigir em sua totalidade;
  • Consumo de combustível – que não será consumido de forma excessiva, pois o veículo terá a melhor direção possível.
  • Deterioração do caminhão – com a direção mais adequada, elementos como pneu, motos, carroceria e afins irão sofrer menos com as rotas.

Os drones também serão importantes no futuro da segurança no transporte de cargas. Eles poderão dar suporte a equipes de segurança nos locais de embarque e desembarque da carga. Poderão filmar do alto toda movimentação no entorno. Além disso, podem realizar o acompanhamento dos caminhões durante toda rota. Quando acionados pelo motorista, através de um botão de pânico, alçar voo. Desta forma, fazendo o monitoramento do local, dando maior segurança ao condutor.

Outras tecnologias para segurança no transporte

Algumas outras tecnologias ligadas a segurança no transporte estão sendo testadas no mercado, mas ainda não possuem data para comercialização. Ainda assim, é interessante conhecê-las:

  • Telas de bloqueio: são instaladas em compartimentos de cargas para garantir a segurança no transporte da carga. Podem ser acionadas de modo manual, por meio de sensores ou controle remoto;
  • Smart truck: uma tecnologia instalada nos veículos permitirá rastrear um pallet no momento em que ele é carregado e levado até o seu destino final. Essa tecnologia também disponibilizará relatórios de emissões de gases poluentes;

Você conhece outra tecnologia? Conte para nós o que você espera de 2017 e como a segurança no transporte pode melhorar. Compartilhe seu conhecimento com a gente, deixe seu comentário no post!

Baixe agora nosso e-book grátis sobre segurança no transporte de cargas!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Compartilhe: