Rastreabilidade de produtos: você sabe qual é a sua importância?

Artigos

Escrito por Ana Beatriz

Data: 24/05/2019

A rastreabilidade permite às empresas ter conhecimento amplo de toda a trajetória de um produto. Só em 2018, 21 milhões de carros passaram por um recall no Brasil, procedimento facilitado graças a esse processo. Ou seja, a aplicação dele traz maior segurança ao apontar exatamente o que foi feito e onde foi executada cada ação.

Empresas estão cada vez mais em busca de maior transparência quanto os processos de produção e logística. Isso garante um controle de qualidade eficaz e a entrega do melhor ao consumidor. 

Neste artigo, mostraremos como a rastreabilidade na cadeia produtiva é importante e deve ser valorizada pelas empresas! Entenda melhor como funciona esse processo, de que maneira deve ser executado e quais resultados ele proporciona!

A rastreabilidade de produtos 

Durante vários momentos da cadeia logística, entender as origens de um produto se torna uma busca de extremo valor. A rastreabilidade preza exatamente por isso: entender qual é a origem daquele item, em qual etapa da produção ele está, de onde ele veio e quais intervenções foram aplicadas até o momento.

Essa prática não é uma novidade na indústria, mas ainda traz muito valor para as empresas. O momento atual é de valorização da qualidade do que é consumido, já que o público tem se mostrado cada vez mais exigente.

Rastrear esse histórico é garantir que o produto que chega ao mercado tem uma origem sólida e de confiança, com nível de qualidade esperado. Para isso, já existem tecnologias que facilitam esse controle e tornem o acesso a ele simplificado.

A tecnologia

A rastreabilidade de produtos é feita com suporte da tecnologia e dos avanços que ela proporcionou até os dias de hoje. Esse processo de exploração do histórico de produtos é feito em segundos, graças ao acesso por meio da leitura de etiquetas e códigos de barra. No entanto, isso depende de manter registros em toda a cadeia.

Em cada etapa de produção que os itens passam, a informação do que foi feito deve ser registrada. Dados como data e localização são fundamentais para proporcionar o real conceito de rastreabilidade. Assim, em um trabalho contínuo, todas as fases da cadeia produtiva serão informadas. Essa é a melhor forma de obter o histórico completo do produto.

Imagine que, ao chegar na próxima etapa da produção, ou até mesmo ao consumidor final, um problema seja identificado. Caso todos os registros tenham sido feitos, a origem dessa falha pode ser facilmente identificada, uma vez que a rastreabilidade possibilita identificar quando ocorreu o erro.

A importância de uma rastreabilidade de produtos eficaz

Quando um produto tem seu histórico devidamente registrado, ganhos significativos podem ser identificados. Empresas e consumidores saem ganhando, já que a qualidade dos itens é garantida, além da fácil identificação do trabalho executado em cada uma das etapas de produção.

Em algumas regiões, como a Europa e Ásia, a rastreabilidade é obrigatória para as empresas que trabalham com produção. Mesmo fora dessa área, rastrear pode ser de grande vantagem até mesmo para controle interno dos produtos. A seguir, entenda como essa prática é importante e os ganhos que ela proporciona.

Transparência na cadeia produtiva

A cadeia produtiva é composta por diversas etapas e nem sempre é possível acompanhar de perto tudo o que é executado nela. Por conta disso, é necessário buscar transparência no trabalho feito, respeitando sempre os padrões de qualidade. 

Em caso de problemas futuros, as informações daquele produto precisarão ser acessadas. Quando as práticas de rastreabilidade são consideradas e executadas, toda a cadeia produtiva pode ser identificada.

Essa transparência dá mais credibilidade e tranquilidade para os envolvidos na produção. Nenhuma etapa fica sob margem de dúvidas e a informação é sempre priorizada.

Facilidade para possíveis recalls

Problemas maiores de ordem de produção podem gerar recalls, já que itens mal inspecionados podem chegar ao mercado com mau funcionamento ou colocando em risco o consumidor. Nesses casos, é fundamental saber como ocorreu o deslocamento do produto, ou seja, por quais lugares ele passou, desde sua origem até o destino programado.

A rastreabilidade de produtos também dá o suporte para entender em qual etapa da produção aconteceu o problema que originou o recall, por exemplo, se o erro foi na produção ou no transporte. Assim, é possível descobrir qual processo foi executado de maneira falha, garantindo que todos sejam devidamente responsabilizados.

Para a continuidade, os procedimentos são revistos, evitando repetições desses erros. Isso proporciona uma melhora contínua nos processos de produção e mais confiabilidade na marca.

Otimização do controle de qualidade

Todo produto passa por um controle de qualidade, o que é perfeitamente normal e faz parte do trabalho que garante a melhor entrega ao mercado. Para quem trabalha nessa área, ter todo o histórico do produto é de grande serventia. Conhecer cada etapa otimiza a atividade de controle dos processos produtivos.

A cadeia pela qual esse produto passou vai ajudar a entender quais práticas e parâmetros de qualidade foram aplicados e o registro dessas informações vai formar o histórico do produto. Com isso, é possível saber se ele foi desenvolvido com os parâmetros certos.

Proteção contra falsificações e contrabando

O contrabando e as falsificações são problemas que podem acontecer em qualquer ocasião e mercado. Nesses contextos, a grande questão é justamente a origem dos produtos, ou seja, de onde ele veio e por onde passou. Se as etapas da produção fogem do habitual, isso é motivo para ligar o sinal de alerta.

Quem trabalha na cadeia produtiva e no mercado sabe exatamente quais são as etapas tradicionais do processo. Quando o produto é rastreado, se torna muito mais fácil comparar o histórico e entender a procedência.

Em alguns casos, o trabalho fica até mais simples: contrabandos e falsificações não têm histórico de rastreabilidade! Nesses casos, não é possível comprovar garantia de qualidade, ou seja, o lote já pode ser rechaçado.

Base informativa para otimização de processos internos

Empresas estão sempre em busca de melhorias dos seus processos internos, sejam aqueles da cadeia produtiva ou os que já estão na etapa logística. A rastreabilidade dá um importante suporte para entender o nível de trabalho aplicado em cada processo. Essas informações mostram toda a linha do tempo que foi construída. Em números, esse histórico vai mostrar se a empresa já chegou ao nível de trabalho pretendido ou se alguns ajustes ainda devem ser aplicados.

A otimização de processos internos é muito importante, inclusive para garantir a qualidade na produção, com a chegada de um produto satisfatório ao mercado. A rastreabilidade de produtos é uma prática possibilitada pela tecnologia e que entrega ganhos estratégicos muito importantes para as empresas. Ao saber o histórico do produto, falhas podem ser evitadas e o melhor nível dos processos logísticos pode ser aplicado.

Agora aproveite e descubra quais são as vantagens do blockchain na logística e como ele fortalece a transparência na rastreabilidade!

Compartilhe: