Artigos

Organização de almoxarifado: 7 dicas para mantê-lo em ordem

Muitos processos devem fluir livres de complicações e embaraços para uma empresa ser capaz de oferecer um produto e serviço de qualidade. Um exemplo disso é a logística, cujos procedimentos estão ligados à satisfação do consumidor e à lucratividade do negócio.

Nesse sentido, a organização de almoxarifado deve ser uma preocupação constante do responsável pelo setor. Afinal, saber condicionar suas mercadorias de forma adequada é fundamental para otimizar o trabalho e garantir um bom desempenho do empreendimento.

Acompanhe este artigo para entender a importância de manter o almoxarifado em ordem e confira algumas dicas para fazer isso!

Por que é importante manter a organização do almoxarifado?

Atualmente, uma boa administração logística já não é mais considerada um diferencial, mas uma necessidade. O mercado não funciona como há alguns anos, e as empresas que não se adaptarem às novas demandas ficarão para trás.

É preciso ter em mente que o almoxarifado não é capaz de gerar lucros — salvo casos em que o objetivo é alugar espaço para que outros negócios guardem seus materiais —, por isso é um dos setores que mais pode gerar despesas quando não é bem administrado.

Sendo assim, é preciso realizar um estudo aprofundado, a fim de compreender como opera o recebimento e a logística do seu almoxarifado. Ademais, é válido ressaltar que quanto mais tempo um produto fica estocado, mais gastos você tem.

Para evitar que isso aconteça, a empresa deve efetuar uma armazenagem segura e eficiente de seus produtos, de modo a otimizar o controle de estoque e aumentar o giro de mercadorias. Veja alguns motivos para você investir na organização de almoxarifado:

Como manter a organização do almoxarifado?

Agora que você já sabe a importância de ter um almoxarifado produtivo na sua empresa, chegou o momento de entender como fazer isso e otimizar o trabalho, o tempo e os recursos da sua equipe. Confira algumas dicas seguir!

1. Ter o espaço ideal

O primeiro passo para organizar o almoxarifado é contar com o espaço ideal. Não faz sentido ter um galpão gigante se o objetivo é acomodar pequenos e poucos materiais, assim como não seria viável trabalhar com um ambiente minúsculo se a empresa precisa estocar uma grande quantidade de mercadorias ou produtos muito grandes.

Sabendo as medidas exatas da estrutura, fica mais fácil estabelecer se ela realmente comporta as necessidades da sua empresa e, também, planejar o layout, equipando-o com prateleiras e outros elementos essenciais para o andamento dos processos.

Além disso, é interessante investir em um local arejado, bem iluminado, dedetizado e com paredes impermeabilizadas. Uma dica é apostar no branco na hora de pintar as paredes, pois a cor clara ilumina o espaço e afasta insetos e animais que podem danificar seus produtos.

2. Limpar constantemente o local

Pode parecer óbvio, mas muitos empreendimentos negligenciam a limpeza do almoxarifado. No entanto, isso é um grande erro, uma vez que esse descuido pode resultar no aparecimento de baratas, aranhas e outros bichos que deterioram a mobília e as mercadorias.

Ademais, o acúmulo de objetos dispensáveis e sujeira só vai ocupar espaço e poluir o ambiente, o que pode comprometer a produtividade dos colaboradores, tomando mais tempo e dinheiro do que o esperado. Em vista disso, converse com sua equipe e solicite esse cuidado.

3. Arrumar as prateleiras de acordo com o peso dos produtos

Ao organizar as prateleiras do almoxarifado, é comum que os funcionários do setor cedam à tentação de deixar os produtos de maior circulação na altura dos braços, a fim de simplificar o trabalho. Porém, o correto é alocar os objetos por peso, isto é: mais leves em cima, mais pesados embaixo.

Embora essa regra não garanta muita rapidez na hora de reabastecer, é o jeito mais seguro de efetuar a armazenagem, uma vez que ajuda a aumentar a durabilidade das mercadorias e diminui as chances de acidentes que poderiam suceder com o desequilíbrio das estantes.

Outro ponto que merece atenção é a validade dos produtos, se for o caso. O ideal é posicionar os itens mais próximos de vencerem à frente e abastecer o fundo do móvel conforme as novas mercadorias chegam.

4. Atualizar o inventário

O inventário é uma peça crucial para manter o controle e a organização dos produtos armazenados no seu almoxarifado. Essa medida consiste, basicamente, na identificação, classificação e contagem de mercadorias contidas nas estantes.

Para que a administração flua de forma certa e sem perdas, é indispensável ter pessoas treinadas para serem responsáveis pela atualização do inventário, ou seja, pelo cadastro de tudo o que entra e sai do almoxarifado.

5. Inspecionar a entrada de produtos

Dando continuidade aos cuidados do tópico anterior, é válido reforçar a importância de inspecionar a entrada de produtos para viabilizar um controle de qualidade no almoxarifado. Isso dado que muitos empreendimentos, quando recebem novas mercadorias, pensam somente em guardar tudo para se livrar do processo.

Todavia, essa atitude pode resultar em sérios problemas para empresa, dentre eles adquirir um lote de mercadorias defeituosas, diferentes do solicitado ou em quantidade insuficiente (ou excessiva) para cobrir as necessidades.

6. Prestar atenção em mercadorias paradas

Já comentamos que itens parados por muito tempo representam despesas para seu negócio. Para isso ficar mais claro, tenha em mente que esses materiais sem movimentação podem perder a validade ou ficarem obsoletos, isto é, serem substituídos por modelos mais atuais.

Encher seu estoque com produtos que não giram significa oferecer mercadorias que o cliente não quer comprar. Isso pode ser prejudicial para a saúde da empresa, uma vez que existe o risco do público ir até a concorrência para ter suas reais demandas atendidas.

7. Capacitar a equipe

A equipe precisa ser confiável e capacitada para oferecer um trabalho perfeito. Aliás, quando se trata do almoxarifado, é interessante lembrar que diversas falhas consideradas comuns podem significar perda de dinheiro para o empreendimento.

A gestão de pessoas é importante em todos os processos de um negócio. Portanto, capacite sua equipe para ter os melhores colaboradores trabalhando no seu almoxarifado. Afinal, as pessoas que compõem os setores de uma empresa têm um papel primordial na organização e produtividade de seus processos.

Esperamos que tenha percebido o quanto a organização de almoxarifado é importante para o sucesso de um empreendimento e que as nossas dicas ajudem você a aprimorar o controle e a armazenagem de seus produtos.

Quer melhorar ainda mais seu almoxarifado? Entenda como fazer o armazenamento de produtos perecíveis!

Artigos relacionados

Mais
As-consequências-da-crise-para-o-mercado-de-transporte-de-cargas-rodoviário

As consequências da crise para o mercado de transporte de cargas rodoviário

* Por Federico Vega Os altos custos do transporte e a falta de acesso ao capital são responsáveis pela perda […]

Categoria: Artigos
Mais
desenvolvimento

Desenvolva rápido ou esteja atrasado sempre!

Dentro do mercado atual é um clichê falar em desenvolvimento constante, isso acontece, pois, nenhuma empresa quer ficar estagnada ou […]

Categoria: Artigos
Mais

Rastreabilidade de produtos: você sabe qual é a sua importância?

A rastreabilidade permite às empresas ter conhecimento amplo de toda a trajetória de um produto. Só em 2018, 21 milhões de carros […]

Categoria: Artigos
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também