Transporte de adubos: as melhores práticas para fazer com segurança

Artigos

Escrito por

Data: 16/10/2019

Por se tratar de um país com grandes produções agrícolas, o Brasil é considerado um dos maiores consumidores de adubo no mundo. Segundo a Associação Nacional para Difusão de Adubos (ANDA), entre janeiro e fevereiro de 2019 foram comercializados quase 5 milhões de toneladas do produto — número 8% maior que o mesmo período no ano anterior.

Porém, para fazer o deslocamento do fertilizante até a fazenda produtora, é preciso realizar uma viagem que exige bom planejamento, cuidados e eficiência. Se feito de forma incorreta, pode causar prejuízos na colheita e, consequentemente, na lucratividade do negócio. 

Para evitar situações como essa, preparamos este texto para mostrar quais as melhores práticas para realizar um transporte de adubos de qualidade e dentro das regras. Confira!

Como devo armazenar o adubo antes do transporte?

O armazenamento correto do adubo exige alguns cuidados para que o fertilizante não sofra com perda de qualidade. Mas, além disso, por se tratar de um produto tóxico, ele precisa seguir algumas regras expostas na Legislação Brasileira por meio do Decreto 4.954/2004. Ele determina que o armazenamento deve seguir as mesmas regras dos produtos perigosos. São elas:

Ambiente

O depósito precisa ser térreo e feito com materiais não inflamáveis. O chão deve ser nivelado, regular e sem buracos. Deixe os sacos de adubos sempre a 1 metro de distância de beirais, vigas e paredes.

Ventilação

Todos os locais que forem utilizados para armazenar o adubo devem ser equipados de sistemas de ventilação para ajudar na dissipação do calor e facilitar a saída da fumaça em caso de incêndio.

Materiais seguros

Alguns componentes presentes nos fertilizantes são inflamáveis. Dessa forma, é preciso armazená-los longe de outros materiais que peguem fogo facilmente, para evitar acidentes maiores. Além disso, é aconselhável deixar afastado dos produtos a granel e que podem ser incompatíveis, como ureia e produtos a base de nitrato de amônio. Para saber quais são os produtos químicos que possuem incompatibilidade, consulte a Norma ABNT NBR 14619.

Sinalização

Crie avisos com imagens ou palavras para ajudar a identificar os riscos do local. Também sinalize as saídas e extintores de incêndio. Não se esqueça de diferenciar os produtos que estão armazenados no mesmo ambiente. 

Pilhagem

Para evitar risco de desmoronamento, evite fazer pilhas de sacos muito altas, por causa da instabilidade. Utilize paletes para evitar o contato direto com o chão e para melhorar a estabilidade do montante. Também coloque um palete na parte de cima.

Qual é a melhor forma para escolher e inspecionar o meio de transporte ideal?

Para escolher a melhor forma de transportar o adubo, é preciso identificar primeiro como ele será embalado. No caso das cargas conhecidas como “big bag” (embalagens com capacidade para transportar entre 750 kg e 1750 kg), o ideal é utilizar um caminhão graneleiro de grade alta, justamente por ser um carregamento feito por empilhadeira ou por uma máquina que obrigue a abaixar a grade lateral para colocar o produto.

Caso o material seja a granel, a solução pode ser tanto o graneleiro comum quanto o basculante, desde que seja possível proteger o produto das adversidades do tempo, como chuva e calor. Além disso, é preciso identificar o caminhão com o símbolo de carga perigosa. Geralmente, esse tipo de frete é feito carregando um elemento apenas, como: cloreto, fosfato monoamônico (MAP), superfosfato simples (SSP) ou triplo (TSP) ou algum outro produto específico.

Quais as melhores práticas para transportar o adubo?

O transporte de adubo também precisa seguir as mesmas regras para os produtos perigosos, de acordo com a lei nacional. Além da identificação em alguns casos, como já falamos, outras regras precisam ser cumpridas. São elas:

Equipamentos de proteção individual (EPIs)  

Todos os funcionários do armazém e o motorista do caminhão devem estar equipados com seus EPIs durante o carregamento do veículo. Por mais que não haja contato direto, já que o processo é feito por máquinas, a inalação desses produtos químicos ou o contato involuntário podem trazer prejuízos para a saúde dos envolvidos.  

Limpeza

Por se tratar de um produto químico e ter particularidades, a sua fórmula não pode ser alterada, caso contrário ele perde a eficiência, o que causará prejuízos para a empresa. Por isso, a carreta deve estar limpa e ser averiguada antes de ser realizado o carregamento. Existem armazéns que possuem um terminal de limpeza próprio para garantir a higienização completa.  

Isolamento

Esse carregamento exige que o caminhão seja envelopado, ou seja, uma lona é colocada em toda a carroceria para que o material não tenha contato com nenhuma parte da carreta. Além disso, deve ser feita a proteção na parte de cima também. A ureia, por exemplo, derrete em contato com a água, por isso o isolamento é indispensável. 

Como a tecnologia pode me auxiliar nesse processo?

Com ajuda da tecnologia, é possível encontrar profissionais com caminhões adequados, de confiança e capazes de lidar com esse tipo de transporte. Também é importante que ofereçam um preço que ajuda a reduzir as despesas do seu negócio e, ainda, um sistema de rastreamento de carga. Assim, é possível que o empresário identifique qualquer problema com o veículo durante a viagem.

A tecnologia também ajuda os responsáveis pela logística da empresa a traçar a melhor rota e acompanhar se o motorista está cumprindo ou não o que foi combinado, eliminando o gargalo e facilitando o escoamento dessas mercadorias perigosas. Além disso, o tempo de entrega é reduzido e os processos se tornam mais ágeis.

O transporte de adubo exige um cuidado muito especial e delicado. Afinal, por se tratar de produtos químicos, misturados ou não, qualquer fator externo pode colocar o material em risco e tirar a sua funcionalidade. Por isso, a logística desse deslocamento começa muito antes do carregamento no caminhão, ainda na armazenagem.

Com as soluções que a Cargo X oferece, é possível fazer da tecnologia uma aliada de seu negócio, o que trará mais garantias de que seu produto chegará em perfeito estado ao local de entrega.

Está curioso para saber mais sobre a Cargo X e como ela pode ajudar no transporte de adubo e fertilizantes? Entre em contato conosco e descubra mais sobre essa solução.

Compartilhe: