Seguro de carga: aspecto fundamental da logística

Artigos

seguro de carga

Escrito por Ana Beatriz

Data: 24/03/2017

A terceirização do transporte é um dos caminhos para reduzir os custos com logística, mas para que o barato não saia caro é imprescindível seguir algumas rotinas importantes. Dentre elas podemos destacar a averbação e o seguro de carga como duas práticas essenciais para garantir a segurança do carregamento. Portanto, no momento de avaliar os fornecedores e analisar o custo em relação aos benefícios, considere esses dois fatores.

Com a necessidade de reduzir custos, muitos gestores e profissionais de logística não dão tanta atenção à averbação e ao seguro de carga. Por isso, vale ressaltar que se o custo do seguro é alto, certamente o valor do carregamento é muito maior. Então, se houver algum sinistro, acidente ou roubo, o prejuízo de não ter a carga assegurada será bem superior.  

Aspectos legais da averbação e do seguro de carga

A averbação é a documentação do frete, ou seja, um descritivo feito pelo embarcador sobre todo o carregamento que será entregue à transportadora. Este registro serve como referência para o seguro de carga. A apólice será feita com base na averbação, por isso o detalhamento deve ser feito com a maior veracidade possível. Evite as transportadoras que não fazem a averbação corretamente. Esta atitude diminui os custos, mas aumenta os riscos no transporte.

Como o seguro de carga é obrigatório no Brasil, a fiscalização é feita pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). Segundo o Guia do TRC, as apólices podem resguardar desde danos causados por abalroamentos, colisões, capotamentos, tombamentos, incêndios e demais avarias. O seguro contra roubo é obrigatório e se divide nas modalidades de furto simples ou qualificado e roubo durante o trânsito.  

Cuidados na escolha dos fornecedores logísticos

Um fornecedor externo pode tranquilamente gerenciar as entregas da sua empresa com segurança e qualidade. Mas, para que isso aconteça, é fundamental conhecer o histórico da transportadora. Você pode fazer uma avaliação de fornecedores logísticos pontuando fatores como: averbação, seguro de carga, recolhimento de impostos, manutenção da frota, qualificação dos profissionais.  

A entrega de mercadorias é uma das etapas da venda, portanto deve manter a qualidade dos estágios anteriores. Por isso, a transportadora escolhida deve procurar refletir a imagem da sua empresa. É importante que todos os profissionais sejam regularmente qualificados para usar a tecnologia, principalmente quando a transportadora faz uso de soluções inovadoras.  

O Brasil já tem sua primeira transportadora baseada em tecnologia e bigdata. A CargoX é especializada em carga lotação e se propõe a reduzir os custos do transporte. Para simplificar a operação criou o Painel do Embarcador que dá mais transparência ao transporte. Para garantir um serviço de alta qualidade segue todas as principais rotinas para resguardar os embarcadores, dentre elas a averbação e o seguro de carga.
Você já teve algum problema na contratação de transporte terceirizado? Compartilhe conosco a sua experiência, certamente podemos ajudá-lo.

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Compartilhe: