Imagem relacionada ao texto
Carreira e formação

Saiba como se tornar o melhor profissional de logística

Em meio ao complexo conjunto de atividades envolvidas nos processos logísticos e aos inúmeros desafios enfrentados pelo setor no Brasil, cada vez mais o profissional de logística tem demonstrado ser uma peça fundamental para a qualidade operacional desse importante pilar das organizações.

A realidade é que o valor estratégico dos recursos humanos, somado à importância da logística no cenário empresarial atual, tem feito com que as empresas reconheçam o diferencial da logística e busquem profissionais mais especializados, alinhados com os novos modelos de trabalho do setor e com as novas demandas do mercado.

Desse modo, em um contexto de mudanças na estrutura dos processos logísticos das empresas, já era de se imaginar que as modificações nesse campo, de alguma forma, também afetariam o perfil do profissional exigido pelo mercado.

Por isso, para ajudar você a se tornar o melhor profissional de logística, preparamos um post completo apresentando um panorama sobre o trabalho desempenhado nessa área e os atributos necessários para se destacar. Continue a leitura e confira!

1. Quais as principais funções do profissional de logística?

O primeiro ponto ao qual precisamos nos ater é sobre a participação do profissional de logística no mercado. Em geral, esse indivíduo tem um campo de atuação bastante amplo — e tem se tornado ainda maior com o passar dos anos.

Hoje, com os avanços tecnológicos e a crescente dependência sobre os processos logísticos para alcançar o sucesso empresarial, o trabalho nessa área tem se diversificado, gerando muitas oportunidades para quem deseja iniciar ou crescer nesse setor.

Nesse sentido, quanto às principais funções desempenhadas pelos profissionais de logística nas companhias, pode-se dizer que, em regra, eles atuam diretamente com a cadeia de suprimentos de todo tipo de negócio.

Ou seja, esse profissional é peça-chave para a manutenção das atividades das empresas, visto que é o responsável por coordenar e executar tarefas relacionadas à compra, ao armazenamento e à distribuição de insumos para os processos das companhias, além de serem determinantes para o escoamento da produção, garantindo que os produtos e mercadorias cheguem aos destinatários da forma mais eficiente possível.

2. Ele pode atuar em que áreas?

Feita essa breve introdução sobre o papel do profissional de logística nas empresas, adiante vamos abordar, de forma prática, algumas áreas e atividades pelas quais esse tipo de profissional transita.

Como vimos, a atuação dele é bastante ampla e significativa, sobretudo pelo fato de ser o profissional de logística o incumbido de garantir a máxima eficiência na cadeia de suprimentos das organizações, utilizando-se dos meios e metodologias necessárias para aliar agilidade, produtividade e custos de maneira positiva.

Vejamos a seguir quais são as áreas em que o profissional logístico pode atuar.

2.1 Armazenagem

Um dos pilares das operações de qualquer empresa diz respeito à maneira como os processos de armazenagem são executados. Em regra, como estão diretamente ligados aos processos produtivos, armazenar de forma estratégica significa garantir que os suprimentos necessários para as atividades do negócio estarão devidamente acondicionados e disponíveis para a utilização no tempo e local corretos, garantindo a fluidez e a precisão do trabalho de diferentes setores.

Nesse contexto, o profissional de logística é quem cuida de determinar quais são as melhores medidas para garantir o aproveitamento ideal do espaço dos armazéns, sendo ele também o responsável por conservar e otimizar os níveis dos estoques, viabilizando o funcionamento dos mais diversos setores e tarefas que dependem de insumos para funcionar.

Para isso, decisões que envolvam a escolha do local de armazenamento e a forma como os insumos são adquiridos e organizados fazem parte do dia a dia de quem atua nessa função.

2.2 Embalagem

O profissional de logística também é indispensável nos processos que envolvam a embalagem de produtos a serem transportados.

Como se sabe, as embalagens têm uma função determinante na qualidade final das entregas, já que é por meio delas que são garantidos a conservação das mercadorias e o seu correto acondicionamento durante os deslocamentos.

Sendo assim, nesse tipo de tarefa, existem profissionais incumbidos especificamente da gestão das embalagens das mercadorias ao longo de todo o processo logístico. São eles os responsáveis pela definição das embalagens adequadas para cada tipo de transporte, avaliando-se as características do produto e custos envolvidos.

Ou seja, além de garantir a segurança e a integridade das mercadorias, o profissional de logística também é essencial para que a empresa consiga conciliar tais quesitos com os custos que deles advêm.

2.3 Estoque

Seguindo com o nosso guia, vale citar também a possibilidade de atuação do profissional de logística nas atividades relacionadas ao estoque das companhias. Aqui, a principal demanda a que são submetidos é a gestão inteligente dos estoques, de modo que possam atender adequadamente os clientes e as necessidades internas do negócio.

Apesar de ser uma área bastante operacional, há de se ressaltar o fator estratégico que a gestão de estoques possui. O fato é que o equilíbrio entre as compras e a manutenção do estoque é a chave para o melhor aproveitamento do capital da empresa — priorizando apenas as compras necessárias — e a redução de custos com armazenamento, já que estoques menores, porém suficientes para as demandas do negócio, representam uma boa economia, sobretudo porque reduzem a necessidade de grandes depósitos, mão de obra etc.

Nesse contexto, o profissional de logística é uma peça importante no alinhamento do nível de demanda da organização com o nível dos seus estoques, sendo essa uma área bastante requisitada pelo mercado.

2.4 Transporte

O transporte é uma das etapas da cadeia logística que mais pesa no orçamento das empresas. Por essa razão, profissionais especializados e capazes de otimizar a qualidade e os custos envolvidos nesse setor são altamente requisitados.

Nesse ponto, entre as principais necessidades dos negócios estão:

  • definição dos melhores modais de transporte;
  • escolha da transportadora;
  • gestão estratégica das cargas, adequando suas características ao veículo utilizado, por exemplo;
  • planejamentos de rotas;
  • gerenciamento das remessas.

Todas essas são atividades em que o profissional de logística deve estar presente, já que é quem reúne o conhecimento necessário para desenvolvê-las da maneira mais eficiente possível.

2.5 Supply chain

Por último, lembramos também da atuação dos profissionais de logística nos processos de supply chain management, isto é, a gestão da cadeia de suprimentos.

Essa é, sem dúvida, uma das áreas mais elementares para o sucesso operacional de uma empresa. Afinal, por menor que ela seja, ainda haverá uma dependência da gestão correta das suas relações de parceria com fornecedores e transportadores.

Nesse sentido, o profissional especializado no setor é quem cuida de gerir de forma técnica e organizada as operações envolvendo a circulação de insumos entre a empresa e seus parceiros, além de ser quem cuida de reforçar a satisfação dos clientes ao gerenciar de maneira correta os transportes, garantindo o cumprimento de prazos e custos mais atrativos.

3. Quais cargos o profissional pode ocupar?

Agora que você já conhece algumas das principais áreas em que um profissional de logística pode atuar, está na hora de aprofundarmos mais um pouco e conhecermos alguns dos cargos de logística mais comuns ocupados dentro das empresas.

Continue com a leitura e aprenda um pouco mais sobre cada um desses cargos!

3.1 Analista de logística

O cargo de analista de logística tem uma importância ímpar dentro das operações das empresas. Primeiro, porque é responsabilidade desse indivíduo minimizar os custos e gerenciar os fluxos e transações de produtos e mercadorias; segundo, porque também faz parte das suas atribuições a realização de uma série de tarefas burocráticas, porém essenciais para o bom controle dos processos logísticos, como é o caso da elaboração de relatórios e avaliações de sistemas.

Em razão da natureza das atividades desempenhadas por esse profissional, as empresas optam por contratar pessoas com formação em engenharia ou administração, isso porque a familiaridade com cálculos, estatística e informática faz toda a diferença para a qualidade do trabalho.

3.2 Gerente de compras

Quem ocupa essa função dentro de uma companhia está diretamente ligado à gestão de custos, já que cabe a esse profissional planejar, controlar e administrar os expedientes relativos à compra de materiais, insumos e equipamentos para a empresa, de acordo com a sua necessidade.

De maneira simples, esse profissional é quem se encarrega de gerir as compras do negócio, de modo a conciliar os custos de aquisição, qualidade e demanda exigidos, garantido o perfeito funcionamento da empresa e o atendimento aos clientes.

3.3 Diretor de supply chain

Os processos de supply chain (cadeia de suprimentos, em português), como dito, são aqueles voltados para a organização de pessoas, equipamentos, recursos, informações e atividades que demandam a movimentação de um produto ou serviço para suprir as demandas internas e externas de uma empresa, de modo a atender o processo de produção e também os clientes.

Nesse contexto, o diretor de supply chain é aquele responsável por supervisionar todos os pontos da cadeia de suprimentos, garantindo que toda a estrutura da empresa esteja adequada às necessidades, de maneira que todo produto ou serviço saia da origem e chegue ao destinatário final da forma mais segura, barata e ágil possível.

3.4 Comprador

Esse é um cargo que muito se assemelha ao gestor de compras, porém, aqui, a função essencial desse profissional é receber e classificar as requisições de compras de diferentes departamentos da empresa, operacionalizando o processo de aquisição de materiais, suprimentos e equipamentos.

3.5 Coordenador de PCP

Esse é o profissional encarregado de coordenar e executar as atividades do setor de PCP (Planejamento e Controle da Produção).

Em regra, sua missão é determinar quais produtos serão produzidos e como isso será feito (planejamento); definir os recursos necessários para as demandas do negócio, levando-se em conta o planejamento da produção, e controlar suprimentos como matéria-prima, fazendo a interlocução com fornecedores e parceiros, garantido a fluidez e sucesso dos processos produtivos da empresa.

Além disso, também se incluem nas atribuições desse cargo a gestão de equipes e o controle de qualidade dos processos. Promover melhorias no ambiente de trabalho e, de forma geral, propor ações corretivas, preventivas e de otimização da produção também ficam a cargo do coordenador de PCP.

4. Quais as habilidades necessárias?

Até aqui, vimos uma série de informações sobre a atuação do profissional de logística no mercado. O foco das nossas explicações ficou em questões mais conceituais e ligadas às próprias atividades desenvolvidas por quem atua nessa área.

No entanto, como nosso objetivo é ajudar você a se tornar um profissional mais qualificado, eficiente e totalmente preparado para ocupar diferentes postos no setor logístico, é importante falarmos também a respeito dos atributos e habilidades essenciais para prestar um bom trabalho em logística.

Para isso, de maneira simples e direta, a seguir listamos algumas das habilidades que você precisa desenvolver para se destacar em qualquer função que por ventura venha a desempenhar em uma empresa. Acompanhe!

4.1 Liderança

A liderança desponta como uma das características mais desejáveis de um profissional atuante na logística, principalmente quando se ocupam cargos mais elevados, os quais demandam a gestão de equipes.

É a partir dessa característica que o indivíduo consegue otimizar o trabalho interno, promovendo mudanças no clima organizacional e fortalecendo o trabalho em conjunto — elementos estruturantes de qualquer organização de sucesso.

Bons líderes tendem a inspirar seus colaboradores, além de auxiliar de maneira efetiva na execução das tarefas. Para isso, atributos pessoais como proatividade, humanidade e capacidade de ouvir e entender são indispensáveis na formulação de um verdadeiro líder.

4.2 Relacionamento

O trabalho em conjunto é uma das principais características da logística. Como diversos setores e etapas compõem a cadeia, promover e aumentar a qualidade da integração não apenas dos processos, mas também dos recursos humanos da empresa é uma das ações mais importantes para garantir uma boa qualidade operacional.

Nesse sentido, um profissional de logística que deseja se destacar no mercado deve estar pronto para se relacionar com pessoas de diferentes perfis e habilidades. Mais do que isso, deve estar aberto a aprender com cada uma delas e disposto a ajudar naquilo que for preciso para garantir que os objetivos da companhia sejam alcançados.

Logo, fica claro que o bom relacionamento é indispensável ao trabalho, já que é um dos pilares para se garantirem as integrações dos setores e a coesão das equipes, contribuindo para a eficiência e a produtividade de toda a empresa.

4.3 Visão estratégica

Em um cenário empresarial cada dia mais intransigente e competitivo, os profissionais que atuam no campo da logística precisam a todo momento se reinventar e buscar soluções para garantir o sucesso das operações e a competitividade da empresa na qual trabalha.

Assim, ter visão estratégica é uma das demandas mais presentes no mercado atual quando o assunto é a contratação de profissionais. Isso porque as empresas buscam pessoas com perfil inovador, que sejam capazes de lidar com diferentes cenários e de encontrar saídas vantajosas para melhorar os custos operacionais, racionalizar o uso de insumos e garantir a máxima eficiência de uma ponta a outra da cadeia logística.

Nesse contexto, fica evidente a importância de que o profissional de logística tenha uma visão focada no futuro, isto é, nas melhorias que estão por vir, no uso da tecnologia e de novas metodologias que podem contribuir para a otimização de processos.

4.4 Comunicação

Outra habilidade que ocupa uma posição de destaque na composição de um perfil ideal para o profissional de logística é a comunicação. Essa é uma das bases para a formulação de um ambiente corporativo integrado, eficiente e colaborativo, no qual todos os componentes tenham a possibilidade de participar de maneira isonômica das decisões do negócio.

Nesse sentido, desenvolver a capacidade de se comunicar com eficiência, utilizando o tom adequado e o poder de persuasão necessário, é a chave para ocupar cargos de liderança, nos quais a interações com as equipes sejam uma demanda recorrente e a circulação de informações faça parte do trabalho.

4.5 Flexibilidade

Por fim, o profissional que deseja se destacar no mercado logístico deve estar disposto a flexibilizar bastante a sua rotina.

Em muitos casos, como as empresas lidam com diferentes processos, parceiros e atividades externas e, não raras as vezes, com operações de diferentes filiais, poderá ser necessário fazer viagens com uma certa frequência, ou mesmo trabalhar em horários não convencionais.

Desse modo, o profissional de logística deve ser bastante flexível, tendo disponibilidade para ajustes em sua rotina, trabalhar com equipes diferentes e até mesmo se relacionar com pessoas de outros lugares, falar outros idiomas e lidar com tecnologias inovadoras a todo momento.

Esse tipo de postura é o que garante uma melhor circulação desse profissional por diferentes áreas do negócio, se tornando um fator determinante para galgar novas posições na carreira e assumir encargos cada vez mais desafiadores.

5. Qual a formação profissional ideal?

Mudando um pouco a abordagem do nosso artigo, falaremos agora sobre a formação necessária — ou pelo menos desejável — para alguns dos cargos mais estratégicos dentro das atividades logísticas nas empresas.

Munido desse tipo de informação, fica muito mais fácil para você conseguir uma colocação profissional mais ajustada com as suas expectativas. Vejamos alguns exemplos:

5.1 Curso técnico em Logística

Esse tipo de formação profissional em logística traz uma qualificação mais curta, focada na preparação do indivíduo para atuar no planejamento e gerenciamento de instalações e operações de cadeia logística, desde a origem dos insumos até a entrega do produto final ao cliente.

Em geral, disciplinas correlatas às áreas de Administração, Matemática, Informática, Transportes e Legislação Tributária farão parte do curso técnico em logística, que atuará tanto de maneira operacional quanto estratégica.

5.2 Tecnólogo em Logística

O curso tecnólogo de Logística objetiva a formação de profissionais com capacidade de trazer lucratividade ao negócio e atender os clientes de maneira ágil e eficiente.

Quem optar por esse tipo de formação também obterá os conhecimentos necessários para identificar as ferramentas apropriadas para cada etapa da cadeia de suprimentos e para saber de que forma armazenar os produtos até que sejam entregues ao consumidor final.

5.3 Curso superior em Logística

Com uma carga horária mais dilatada e um conteúdo mais robusto, o curso superior em Logística oferece a possibilidade de obtenção de conhecimento de forma mais ampla sobre a cadeia logística.

O curso superior prepara o aluno para atuar tanto na parte operacional quanto na parte gerencial, utilizando-se de conceitos e metodologias de outras áreas do conhecimento, como Administração, Gestão e Economia, entre outras.

5.4 Curso superior em Administração

Com uma duração média de quatro anos e a concessão do grau de bacharelado, o curso superior de Administração é a formação ideal para profissionais de logística que buscam ocupar posições de comando dentro das empresas.

A formação em Administração dá ao profissional plenas capacidades para gerenciar projetos, analisar profundamente finanças, traçar panoramas com base em estatísticas dos processos e dados concretos, garantindo total controle sobre as atividades da empresa.

5.5 Curso superior em Engenharia de Produção

Dentro do cenário logístico, a formação de Engenharia de Produção é o que garante ao profissional o conhecimento necessário para planejar negócios e gerenciar materiais, serviços, informações e o capital necessário para manter a cadeia de suprimentos da empresa.

O engenheiro de produção é determinante na redução dos custos em logística ao mesmo tempo em que melhora a satisfação dos clientes, garantindo o cumprimento de prazos, atendimento de reclamações, pedidos de devolução e troca, além de outras atividades.

6. Como planejar a carreira em logística?

Caminhando para o desfecho do nosso artigo, ainda precisamos falar a respeito da importância de se planejar a carreira na logística. Refletir sobre a sua posição atual, suas aspirações, limitações e pontos facilitadores para o crescimento na área é uma das formas mais simples de se preparar e aumentar as chances de sucesso.

Para isso, recomendamos que você se apoie em três premissas básicas. São elas:

6.1 Autoconhecimento

Ter pleno conhecimento sobre que tipo de profissional você é hoje é fundamental para traçar metas mais alinhadas com o seu perfil de habilidades e limitações.

Fazendo isso, você otimiza seus esforços, dedicando tempo a ações que realmente tenham potencial de retorno e possam contribuir para o seu crescimento pessoal e profissional.

O autoconhecimento é a base para que você se posicione no mercado, alinhando melhor suas competências às oportunidades surgidas, e saiba exatamente o que é preciso para chegar aonde deseja.

6.2 Definir metas

A definição de metas é uma ferramenta poderosa para impulsionar as mudanças na sua vida profissional.

Quando estabelecidas de maneira precisa, baseadas no autoconhecimento citado no tópico anterior, é possível se orientar melhor em relação às suas limitações e necessidades, o que melhora suas decisões, projeções e, principalmente, suas ações que objetivam melhorar sua posição no mercado logístico.

6.3 Executar as estratégias

Tão importante quanto se conhecer enquanto profissional e definir metas precisas para a sua carreira é saber como executar planejamentos e estratégias que o levarão ao sucesso. Executar projetos nem sempre é fácil, sobretudo quando não se sabe como as coisas devem ser feitas.

Então, a recomendação inicial aqui é que você tenha o hábito de planejar cada ação, estabelecendo datas para as atividades e projetos de curto, médio e longo prazo. Além disso, avaliar a concretização dessas ações conforme planejado ajuda você a dimensionar o seu progresso e o quão longe está de atingir seus objetivos.

Por fim, concluindo este artigo, percebemos que profissional de logística tem uma atuação bastante vasta no mercado empresarial, além de desempenhar um papel estratégico dentro da maior parte das organizações.

Porém, a dinâmica acelerada do mercado e a competitividade que o marcam, demandam uma postura inovadora desse profissional, que a todo tempo deve buscar se atualizar e melhorar seus serviços.

Dessa forma, esperamos que as informações trazidas ao longo deste post sejam úteis para auxiliá-lo nessa jornada para se tornar um profissional de logística cada vez melhor.

Gostou deste artigo? Quer seguir se informando mais sobre logística? Então confira também nosso infográfico com 9 dicas para reduzir custos operacionais!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Artigos relacionados

Mais
Imagem relacionada ao texto

Gestão de carreira em logística: saiba como ter sucesso na área

O segmento de logística tem cada vez mais importância no Brasil e, por esse motivo, o perfil do colaborador dessa […]

Categoria: Carreira e formação
Mais
Como-ser-o-tipo-de-profissional-que-o-segmento-de-logística-procura

Como ser o tipo de profissional que o segmento de logística procura?

Exercer bem sua função é o que todo profissional de logística deseja. O que nem todo mundo sabe é que […]

Categoria: Carreira e formação
Mais
carreira em logística

Carreira em logística: quais serão seus próximos passos?

A logística é um mundo que muitos desconhecem e que funciona como um centro de gerenciamento para situações diversas. Por isso, […]

Categoria: Carreira e formação
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também