Qual é o impacto do dropshipping para a minha empresa?

Artigos

dropshipping

Escrito por Ana Beatriz

Data: 15/08/2018

Cada vez mais utilizado por empresas em todo o mundo, o dropshipping é uma tendência de logística que vem ganhando força e mostrando resultados eficientes. O menor custo e a redução de esforços são duas das maiores vantagens que fortalecem ainda mais essa alternativa.

Que tal conhecer mais sobre o dropshipping e entender em qual perspectiva ele pode ajudar uma empresa? A seguir, você vai saber como tal modelo de logística funciona na prática e perceber os impactos positivos gerados por sua implementação.

Interessou-se pelo assunto? Continue a leitura deste artigo!

Entenda melhor o que é o dropshipping

A partir do momento em que o cliente efetua uma compra, todo um processo de logística se inicia. Entre as etapas, podemos identificar o registro do pedido, a checagem do estoque, a preparação e o envio da encomenda.

Muitas vezes, isso envolve a checagem em um depósito próprio da empresa, o que não acontece quando o dropshipping é o modelo de logística praticado. E a razão é simples: sua principal característica é não manter um estoque dos produtos que vende, mas obtê-los diretamente do fornecedor.

Desse modo, a companhia que adere ao dropshipping se limita a registrar o pedido do cliente, repassá-lo ao fornecedor, receber o item e enviá-lo. Como consequência, o processo se torna mais prático, simples e, naturalmente, econômico.

As empresas que têm aderido ao modelo

O modelo de dropshipping tem sido cada vez mais utilizado — especialmente por comércios virtuais, negócios de pequeno ou médio porte e os já conhecidos marketplaces.

Nessa última modalidade, uma empresa anuncia produtos de diferentes marcas na sua loja online, sendo responsável pela venda, mas funcionando somente como uma espécie de intermediadora. Companhias de grande porte já adotaram o modelo, como: Walmart, Amazon, Magazine Luiza, Americanas.com, entre outras.

Veja como essa prática pode ser importante

Para os negócios que adotam o dropshipping, a primeira grande vantagem é trabalhar com uma gama maior de produtos. A dispensa da necessidade de adquiri-los antecipadamente e armazená-los facilita todo o processo.

Diante disso, é possível observar marketplaces com ofertas cada vez mais amplas e diversificadas se tornando líderes de vendas. Entretanto, tal modelo de negócio pode funcionar igualmente bem para pequenos empreendedores.

Negócios de menor porte também conseguem bons resultados com o dropshipping, já que, muitas vezes, não há a estrutura suficiente para armazenar os itens. Nesse modelo de logística, tudo o que o empreendedor precisa é de um site em que possa anunciar o que vende.

O dropshipping se mostra uma prática versátil, que pode ser interessante para negócios de todos os portes, oferecendo uma logística mais ágil e descomplicada. Tanto para quem já está estabilizado no mercado quanto para aqueles que querem empreender, há boas chances de obter resultados satisfatórios.

Conheça os prós e contras do dropshipping

Assim como qualquer outro sistema de trabalho, o dropshipping precisa ser observado e analisado de forma ampla. Por mais que pareça vantajoso durante toda a atividade comercial, pode ser que ele apresente características não tão interessantes em alguns momentos.

A seguir, entenda melhor os principais pontos que valem sua atenção e observe os prós e contras que a prática apresenta.

Prós

Os pontos positivos proporcionados pelo dropshipping são:

  • custos menores: não precisar manter um estoque e realizar toda a administração desse espaço são ações que rendem ótimas economias, além dispensar a compra de produtos que podem vir a encalhar;
  • espaço reduzido: é possível reduzir seu espaço de trabalho, já que a atividade exercida é compatível com escritórios e salas pequenas;
  • trabalho remoto: qualquer lugar pode se tornar seu escritório, não sendo necessária uma estrutura de grande porte:
  • oferta ampla de produtos: você pode vender tudo, desde que tenha um fornecedor com um catálogo amplo.

Contras

As desvantagens geradas por esse modelo de logística são:

  • mercado competitivo: os benefícios do dropshipping abrem cada vez mais espaço para outros empreendedores, deixando o mercado competitivo;
  • menor lucro: a alta concorrência faz com que os preços precisem ser mais baixos, ao passo que os parceiros não cobram tão barato assim (especialmente para empresas de grande porte);
  • falhas de comunicação: em alguns momentos, podem surgir falhas de comunicação que resultem em vendas sem que o parceiro tenha os produtos em estoque;
  • trocas e devoluções: por trabalhar com parcerias, os procedimentos de troca tendem a ficar mais lentos, enquanto as devoluções podem representar prejuízos.

Saiba como implementá-lo corretamente

Depois de entender melhor as diferentes características do dropshipping, a decisão deve ser tomada de acordo com a realidade de cada negócio. Se essa for sua escolha, é imprescindível implementá-lo de forma inteligente.

A seguir, veja quais devem ser suas principais preocupações no processo de adoção do dropshipping.

Tenha um parceiro de qualidade

Também conhecido como dropshipper, seu parceiro é quem tem todos os produtos e envia-os para você, logo após o pedido do cliente. A escolha do dropshipper é muito importante, já que você depende dele a todo o tempo.

É fundamental fechar parcerias com empresas que ofereçam boas ofertas de produtos e, ainda, tenham qualidade, logística de entrega eficiente e catálogos sempre atualizados. Trata-se dos principais fatores de sucesso desse modelo de negócio.

Escolha os melhores produtos

A grande oferta de possibilidades não pode fazer que suas escolhas sejam ruins! É preciso optar pelos melhores produtos a serem vendidos, ou seja, aqueles que terão uma procura maior.

Também é essencial escolher os itens que mais se comunicam com o negócio e os valores que você pratica. Confundir isso pode expor uma relação puramente comercial ao cliente, influenciando em sua proximidade com a empresa.

Entenda as necessidades dos clientes

Para acertar nas escolhas, é imprescindível entender o público para o qual você vende. Ao ter ciência das necessidades do cliente, você saberá exatamente o que ele vai ter interesse em comprar.

Portanto, faça pesquisas e invista em estratégias de comunicação que visem a essa aproximação. Como resultado, conhecendo melhor para quem você vende, serão grandes as chances de qualificar seu rol de ofertas de produtos.

Desde que você entenda suas necessidades e avalie que tal mudança vale a pena, o dropshipping pode ser o melhor modelo para sua empresa. Uma implementação inteligente permite que os melhores resultados sejam obtidos em um prazo não muito longo.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este diretamente no seu e-mail!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Compartilhe: