Logística no agronegócio: entenda como pode ser um diferencial competitivo para o setor

Artigos

logística no agronegócio

Escrito por Ana Beatriz

Data: 11/04/2018

Nos últimos anos, a logística no agronegócio se firmou como um diferencial competitivo de peso para o setor. Ela vem auxiliando gestores e empresários na promoção da melhoria contínua da cadeia de produção e permitindo que os negócios conquistem um lugar de destaque perante a concorrência.

Na busca pela consolidação dessa realidade, as empresas precisam desenvolver um olhar abrangente e estratégico sobre os processos logísticos, visando a integração das ações, a redução de custos e o aumento da produtividade.

Para que você possa se atualizar e entender como as operações logísticas podem ajudar os protagonistas do agronegócio a alcançarem o topo do mercado, preparamos este post especial. Confira e esclareça suas dúvidas!

A abrangência dos processos logísticos

Embora muitos gestores ainda mantenham o foco no transporte de cargas, a logística abrange muitos processos, tais como o planejamento estratégico, a armazenagem, a gestão de estoque, o monitoramento de cargas e tantos outros.

Cada um deles atua como elo indispensável de uma corrente estruturada para oferecer o suporte necessário ao longo de toda a cadeia produtiva, permitindo que os produtos e serviços sejam levados das prateleiras do estoque até as mãos dos consumidores.

Além de se conectarem entre si, os processos logísticos estão integrados à todas as áreas das empresas, contribuindo para a otimização de resultados — independentemente do porte da organização ou do seu segmento de atuação.

Mesmo ao considerar o transporte de cargas em si, é preciso lembrar que existem diferentes tipos de cargas, com características essenciais que determinam o modo como as operações de armazenagem e distribuição devem ser feitas.

No entanto, ao analisarmos a logística no agronegócio e a forma como ela vem se tornando um diferencial competitivo para as empresas, precisamos exercitar o olhar estratégico para enumerar os fatores práticos que tornam essa realidade possível.

Um olhar estratégico sobre a logística no agronegócio

Quando se pensa em posicionamento estratégico em logística no agronegócio, o ponto de partida para uma análise segura precisa estar na compreensão de diferentes questões. É preciso ter conhecimento tanto das necessidades das empresas quanto dos desafios e oportunidades do setor agrícola e pecuário.

A logística é um dos principais componentes desse cenário. Ela é responsável por fazer com que legumes, verduras, frutas, carnes e tantos outros produtos essenciais cheguem à mesa das pessoas de forma ágil e com todas as suas propriedades preservadas.

É preciso alinhar a rotina de atividades logísticas no sentido de permitir que as empresas alcancem os melhores resultados possíveis com maior economia de recursos, sejam eles materiais ou imateriais.

Assim, para implementar a logística no agronegócio a partir de uma perspectiva estratégica, fazendo dela um diferencial competitivo de peso, é fundamental integrar três processos essenciais: a logística de suprimentos, o apoio à produção agropecuária e a distribuição.

Quando essas três áreas atuam de maneira coordenada, as empresas podem otimizar a gestão logística. Elas fazem com que a cadeia de produção alcance níveis elevados de qualidade em todos os produtos e garantem melhores resultados para o negócio a curto, médio e longo prazo.

Para entender melhor esse contexto, falaremos sobre cada um desses processos de maneira mais detalhada. Continue a leitura para saber como eles podem melhorar a realidade da sua empresa:

Logística de suprimentos

Um dos maiores desafios do agronegócio é fazer a gestão dos insumos necessários para a produção agrícola e agropecuária, de modo a promover a eficiência e a economia de recursos.

Sendo assim, o principal objetivo da logística de suprimentos é reduzir os custos de produção e comercialização, considerando desde as cargas que serão transportadas até os prazos exigidos pelas empresas agropecuárias para manter a produtividade em alta.

Trata-se do ciclo permanente de planejamento, execução, controle da armazenagem e movimentação dos suprimentos dos fornecedores até seus clientes, com foco na consolidação de condições ideais para que os negócios possam atender às demandas do mercado.

Logística de apoio à produção agropecuária

Diante das exigências do mercado atual, o controle de estoque e a rotatividade de produtos são processos essenciais para permitir que as empresas aproveitem todas as oportunidades de negócio sem sofrerem prejuízos com a sobra ou com a falta de itens.

Então, a logística de apoio à produção agropecuária busca alinhar as operações de armazenagem para garantir a disponibilidade ideal de produtos em todas as épocas do ano.

Para que tal objetivo seja possível, o investimento em softwares de gestão e demais ferramentas tecnológicas desenvolvidos especialmente para o setor logístico torna-se um imperativo para as empresas que querem alcançar os melhores resultados.

Logística de distribuição

No agronegócio, as operações de transporte e entrega dos produtos estão sujeitas a necessidades muito específicas, tais como a perecibilidade, a fragilidade e a sazonalidade da colheita, entre outros.

Por isso, a logística de distribuição deve ser capaz de promover as condições ideais de armazenamento, com atenção para fatores como a temperatura dos ambientes, a umidade do ar e as embalagens utilizadas no manejo.

Dessa forma, contar com a parceria de transportadoras que ofereçam soluções específicas para os produtos agropecuários pode fazer toda a diferença na hora de realizar entregas com qualidade e dentro do prazo estabelecido.

Chegando ao final do nosso artigo, fica claro que para integrar todos os processos de logística de suprimentos, apoio à produção agropecuária e distribuição, é preciso buscar constantemente a atualização das práticas. Isso pode ser feito por meio do estudo das principais tendências em logística e transporte de cargas.

Com essa postura, fica mais fácil padronizar as práticas do negócio e criar uma rotina de operações focada no emprego qualificado da tecnologia, na solução de problemas e no combate aos gargalos logísticos.

Da mesma maneira, é importante acompanhar os principais eventos e participar de fóruns e grupos de discussão, nos quais é possível conhecer a atuação de várias empresas do setor e fazer comparações construtivas entre as expertises.

Agora que você entende como a logística no agronegócio pode ser um diferencial competitivo de peso para a sua empresa, que tal conferir alguns exemplos práticos dessa realidade? Veja agora um artigo especial sobre os processos logísticos no cultivo do café!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Compartilhe: