CargoX a “Uber do transporte de cargas” anuncia expansão para o Centro-Oeste

Escrito por Ana Beatriz

Data: 10/08/2016

Embora já atuasse na região Centro-Oeste,  CargoX espera aumentar em 100% os embarques com inauguração de filial no Mato Grosso 

São Paulo, agosto de 2016 – A CargoX – empresa que opera  conectada em tempo real a uma rede de mais de 100 mil caminhoneiros autônomos –  anuncia sua expansão para a região Centro-Oeste com a abertura de sua primeira filial na região. O local escolhido é o estado do Mato Grosso, considerado um dos principais polos agrícolas do País, devido ao escoamento de grãos.  De acordo com o estudo Brasil – Projeções do Agronegócio 2015/2016 a 2025/2026, elaborado pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, o estado deve subir 39,01% a produção de soja e milho nos próximos 10 anos, aumentando de 48,6 milhões de toneladas no ciclo 2015/2016 para 67,6 milhões em projeção para a safra 2025/2026. 

Pensando neste crescimento e em novas oportunidades, a transportadora pretende  atender melhor sua base de negócios e ampliar os contatos comerciais em Mato Grosso. A previsão  é que a empresa feche com doze grandes clientes da  região até o final deste ano. Para Federico Vega, CEO da CargoX, o novo endereço é extremamente estratégico para a expansão  de suas atividades. “Atuamos em todo território brasileiro e estamos antenados em setores chave para a economia, como o agronegócio. Com isso, esperamos aumentar em 100% o número de transportes em Mato Grosso”, afirma. 

A transportadora também aposta na representação comercial na região e lançou na última semana um programa de parceiros, com o objetivo de atrair profissionais PJ com carteira própria de clientes para atuar no estado como vendedores de fretes da CargoX. A estratégia está com alta adesão, pois compartilha com o vendedor 50% da margem líquida gerada. “O nosso propósito é gerar mais carregamentos, aproveitar as oportunidades ocasionadas pelo polo agrícola local e aumentar a receita com a essa iniciativa”, diz Vega.

Inicialmente, a companhia contratou dois profissionais para comandar o escritório mato-grossense, porém, a meta é aumentar gradualmente o quadro de colaboradores para atender a demanda. Além do MT, a CargoX pretende abrir mais escritórios em locais com alto fluxo de cargas, como a cidades portuárias e polos industriais.