CargoX espera faturamento de R$38 milhões por meio de parcerias com vendedores de fretes

Escrito por Ana Beatriz

Data: 10/08/2016

Companhia pretende captar mais de 100 parceiros e promete dividir 50% da receita com os profissionais vendedores de frete.

São Paulo, agosto de 2016 – A  CargoX  – primeira transportadora do Brasil sem ativos, baseada em tecnologia e inovação, e que opera conectada a uma rede de mais de 100 mil caminhoneiros autônomos está apostando em uma estratégia agressiva para aumentar o crescimento.  A companhia acaba de  lançar um programa para atrair parceiros comerciais, que atuem como representantes de fretes fechados, e vai dividir 50% dos lucros obtidos com esses  vendedores de carga. Com a iniciativa,  espera captar mais de 100 profissionais (PJ), com carteira própria de clientes e experientes em negociar cargas em todas as regiões do Brasil, aumentando sua arrecadação em cerca de R$ 38 milhões  até o final de 2017.

Para se candidatar, basta o interessado se cadastrar no link https://cargox.com.br/parceiros, preencher um formulário e aguardar o contato da companhia para enviar os documentos necessários. Após a classificação dos candidatos, a transportadora dará o suporte necessário e um treinamento exclusivo para melhorar o desempenho dos vendedores.

A CargoX faz parte de uma nova geração de empresas, que promovem mudanças significativas no setor com o uso de inovação e o aproveitamento da geração de informações do segmento por meio de big data.  Recentemente, a companhia apresentou  um projeto piloto de monitoramento de cargas com drones. “Nós utilizamos tecnologia de última geração para reduzir os custos de transporte ao usar a capacidade excedente existente dos caminhões e melhorar a visibilidade do frete” diz Federico Vega, CEO da transportadora.

Isso tem atraído investidores internacionais, como o banco Goldman Sachs, que recentemente aportou R$ 35 milhões na CargoX. Desde a sua chegada ao mercado brasileiro de transportes rodoviários de cargas em março, a companhia tem registrado um forte aumento nas suas atividades, chegando a registrar um crescimento de 57% ao mês e com previsão de faturar mais de R$ 50 milhões até o fim deste ano.