Entenda como a Cargo X cresceu 750% em um ano

Artigos

Escrito por Ana Beatriz

Data: 13/05/2019

Desde 2016 no mercado, a Cargo X foi criada em São Paulo depois que Federico Vega, fundador, fez algumas viagens de bicicleta pelo Brasil. Durante suas paradas para dormir em locais também usados por caminhoneiros, passou a conhecer as necessidades e problemas do transporte de carga, como a infraestrutura precária e o roubo de cargas.

Vendo uma oportunidade de melhorar a situação dos caminhoneiros e deixar o mercado mais ágil, barato e seguro, a empresa decidiu investir em um sistema que conseguisse unir todos os caminhoneiros do país com donos de cargas, que em muitos casos não confiavam em pequenas transportadoras ou autônomos e gerava ociosidade e inflação nos preços de frete.

Ao unir os conceitos de Big Data com Machine Learning, a empresa conseguiu conquistar espaço, expandir para outros estados e fechar em 2017 um crescimento de 750%, além de ser reconhecida como uma das mais disruptivas do mundo, a única da América Latina, segundo um levantamento da CB Insights. Acompanhe a leitura com a gente e saiba como ela chegou a esse número!

Como a Cargo X cresceu 750% em um ano?

Desde o início, a empresa vem conseguindo diminuir a burocracia e a complexidade de fazer negócios com transportadoras, garantindo qualidade na entrega, segurança e processos mais simples de pagamento. Porém, para ter um grande crescimento, foi preciso escolher alguns caminhos mais específicos.

Aposta certa

Um dos fatores do crescimento da empresa foi apostar em uma das áreas mais tradicionais e necessitadas de inovação: o transporte de cargas. De acordo com a Fundação Dom Cabral, 76% das mercadorias no país transitam via estradas.

Além disso, um levantamento da Cargo X apontou que os caminhões rodam vazios 40% do tempo. Isso porque depois de deixar uma carga em um determinado ponto, o caminhoneiro não tinha o que trazer de volta e acabavam seguindo viagem sem mercadoria, o que aumentava muito os gastos do motorista ou da transportadora.

Escritórios estratégicos

Após começar em São Paulo, foi a hora de abrir novos escritórios em pontos mais estratégicos, que tivesse no agronegócio sua base econômica e precisasse de uma vazão mais aprimorada. Foi aí que em 2017 a empresa se estabeleceu na região Centro-Oeste, estado do Mato Grosso, e conquistou novos e importantes clientes, aumentando a sua receita.

A importância estratégica do estado se confirma nos últimos números, como o ranking de exportação nacional do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços que colocam o Mato Grosso em 5º lugar nesse quesito e a liderança na produção de grãos em sete anos seguidos, além da potencial área de exploração.

Só entre 2016 e 2017, foram colhidos mais de 30,5 milhões de toneladas de milho em uma área explorada de pouco mais que 4% do estado.

Grandes investidores

Com o crescimento eminente e com o objetivo de ser a maior empresa no segmento, a Cargo X conseguiu unir investidores-chave para ampliar ainda mais a sua área de atuação. Em 2017 foram mais de R$112 milhões reais captados, tendo como seus principais investidores a Goldman Sachs, Valor Capital Group, Oscar Salazar — fundador da Uber — e Qualcomm Ventures.

Redução dos valores

Ao conectar motoristas e empresários via aplicativo, foi possível reduzir o valor do frete em até 30%. Com a melhora do sistema de escoamento das mercadorias, as empresas e produtores também conseguiram reduzir os gastos com transporte em quase 20%, além de melhorar a logística e otimizar a produção, situações que impactam diretamente no faturamento.

Mais segurança

Com um sistema pioneiro no Brasil que permite acompanhar a carga em tempo real e uma rede com mais de 300 mil caminhoneiros, foi possível dar maior previsibilidade do tempo de entrega e deixar a logística mais eficiente. Assim, caso algum problema aconteça durante o trajeto, os órgãos responsáveis podem ser acionados.

Valorizando o motorista

Ao tratar o caminhoneiro como um parceiro foi possível criar ligações estratégicas que ajudam na vida dele, como rodar sempre com a capacidade máxima para ganhar mais dinheiro no final do mês.

Dessa forma, foi criada uma base de caminhoneiros muito forte e dedicada à Cargo X. Com colaboradores mais engajados, os clientes passaram a trabalhar mais com o aplicativo e isso permitiu que a empresa pudesse ofertar o que outras grandes e tradicionais transportadoras não conseguiam.

O que a empresa aprendeu com os erros?

O principal erro da empresa foi tentar economizar contratando funcionários que não estavam em um nível tão alto quanto o esperado. Logo foi identificado que era melhor contar com colaboradores que fossem mais especializados e que seriam pessoas que ajudariam o empreendimento a crescer, o que impacta diretamente na cultura da companhia.

Essa estrutura cultural precisa ser muito bem definida para que não corra o risco de se perder durante o crescimento. Por isso, é importante encontrar pessoas com personalidades, especialidades e pensamentos diferentes, mas com alta produtividade e a mesma vontade de crescer!

Qual a lição fica para os novos empreendedores?

A Cargo X conseguiu atingir um crescimento surpreendente pois focou em um nicho e pensou em como melhorar um mercado obsoleto e com muitos erros. Principalmente porque grande parte das transportadoras tratavam os caminhoneiros de uma forma ruim. Por isso, é importante conseguir olhar para as necessidades do público que deseja atingir.

Com uma tecnologia que ajudou a melhorar a segurança do caminhoneiro, o aplicativo também mostra os melhores postos de gasolina, indica cargas para o retorno e ajuda a receber um preço mais justo pela carga. Isso fez com que os motoristas se sentissem mais confiantes e melhorassem as entregas, o que refletiu também nos empresários e donos das empresas.

O que esperar da Cargo X no futuro?

A expectativa da empresa é manter o crescimento e ajudar os clientes autônomos e pequenos transportadores com até 20 caminhões. Acredita-se que, no futuro, com o investimento mais pesado na tecnologia, os dois lados serão cada vez mais beneficiados.

No momento, o objetivo é conectar todos os caminhoneiros do Brasil para conseguir otimizar ainda mais os processos e entender a real capacidade produtiva do modal rodoviário. Um dos projetos da companhia é obter informações geradas pelo tráfego de caminhões para transformá-las em dados úteis para softwares de veículos autônomos.

O foco não é gerar receita, mas sim uma experiência no mercado, ajudando o embarcador e o caminhoneiro a aumentarem suas receitas de forma respeitosa e humana. Com esse pensamento, a empresa conseguiu colocar mais de 11 mil motoristas em operação e abrir 15 escritórios no total.

O mercado de transporte no Brasil representa uma oportunidade multibilionária e a Cargo X conseguiu unir a tecnologia com as operações realizadas, que resultou na eficiência dos motoristas de caminhão e fretes mais baratos.

Agora que você conhece um pouco mais sobre a Cargo X e como ela se tornou uma referência no mercado e atingiu um crescimento fantástico, entre em contato conosco e conheça mais sobre as soluções que podemos oferecer!

Compartilhe: