curso em logística
Carreira e formação

Curso em logística: descubra agora qual a melhor opção

Com a atual política de contenção de gastos em voga no mercado mundial, as empresas precisam buscar profissionais que consigam manter a máquina funcionando com qualidade, mas sem onerar o orçamento. Porém, para enquadrar-se no perfil desejado pelas organizações, é preciso fazer um curso em logística.

O fato é que, com o surgimento e a expansão da internet, o setor logístico foi um dos que mais cresceram. Muitas empresas aumentaram suas estruturas e investiram em departamentos que fazem parte da área logística — como armazenamento, fornecimento e distribuição de produtos.

Assim, atualmente, o mercado de trabalho é amplo para os profissionais que desejam entrar e construir uma carreira nessa área. Quer saber então qual curso em logística é a melhor opção para você? Continue lendo e saiba as principais diferenças entre o curso técnico e o tecnólogo. Boa leitura!

Curso técnico em logística

Um técnico de logística é treinado para receber, controlar e coordenar a distribuição de mercadorias e, ao mesmo tempo, gerenciar informações importantes para o processo logístico de uma empresa.

Podemos dizer que o curso técnico em logística é o primeiro contato em termos educacionais que um profissional pode ter com a área. Em geral, essa modalidade oferece uma formação de nível médio. A duração varia de uma instituição para outra, mas o tempo para conclusão geralmente leva de um ano e meio a dois anos.

Vantagens do curso técnico

A principal vantagem de um curso técnico é, com certeza, a possibilidade de iniciá-lo ainda no ensino médio. Esse cenário permite que o futuro profissional entenda como funciona a área logística e confirme o desejo de seguir carreira no setor.

Além disso, o tempo de conclusão, geralmente, é menor do que o de um curso tecnólogo — deixando o profissional preparado mais rapidamente para o mercado de trabalho.

Muitas instituições públicas possuem o curso de logística entre suas especializações, aumentando, assim, as chances de completar essa formação sem precisar realizar grandes investimentos financeiros. No entanto, muitas escolas particulares e renomadas no mercado oferecem o mesmo curso em suas cartilhas.

Desvantagens do curso técnico

A grande desvantagem do curso técnico é a limitação de alcance no mercado de trabalho. Em outras palavras: um profissional com uma formação desse nível terá dificuldades de crescimento em sua carreira.

Como dito, essa modalidade é o primeiro passo para o mercado de trabalho na área logística. Porém, ao desenvolver bem as suas funções, o trabalhador precisará de outras especializações para alcançar novos patamares.

Matérias estudadas

Além das básicas — português e matemática —, o curso técnico concentra muitas matérias relacionadas à lógica, como estatística e contabilidade. Todavia, a principal característica dessa categoria de curso é o foco em matérias práticas.

No curso técnico o aluno tem contato com atividades como:

  • organização e controle de armazenagem;
  • conferência de materiais, produtos e equipamentos logísticos;
  • apoio nos serviços de compra de produtos e equipamentos;
  • projeto de integração;
  • mapeamento de custos logísticos;
  • controle e execução de movimentação de transportes e materiais.

Funções e salário de um técnico em logística

Atualmente, o salário de um técnico em logística varia entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. O ganho pode ser maior ou menor, dependendo da empresa. Por ser uma formação limitada (ainda que abranja grande conhecimento), um técnico em logística não poderá ocupar cargos em todas as hierarquias do setor.

No entanto, ele será capaz de aplicar os principais procedimentos de armazenamento e transporte, realizar procedimentos de movimentação, compras e recebimento, além de, principalmente, apoiar a gestão de estoque e prestar atendimento ao cliente.

Curso tecnólogo em logística

Os alunos de um curso tecnólogo em logística ganham treinamento avançado e têm compreensão dos processos logísticos, além de teorias e práticas necessárias para ocupar posições de liderança avançadas nas organizações.

O curso é focado na concepção de sistemas de logística, cadeia de suprimentos, métodos quantitativos e distribuição. Os profissionais também desenvolvem extensas habilidades interpessoais e de liderança para moderar equipes, administrar conflitos e abrir negociação com fornecedores.

Diferentemente do curso técnico, o tecnólogo é um curso de nível superior. Ou seja, apenas instituições de nível superior podem ministrar tal modalidade. O tempo médio para a conclusão da graduação varia entre 2 e 3 anos.

Vantagens do tecnólogo

Por apresentar uma formação de nível superior, as possibilidades no mercado de trabalho são bem maiores para os profissionais que concluem um curso tecnólogo. Em uma seleção de emprego, por exemplo, o candidato com essa formação já sai na frente de muitos concorrentes.

Outra vantagem é o grande número de instituições que oferecem o curso na modalidade EAD (Ensino a Distância). Essa categoria de ensino é excelente para quem deseja ter uma formação e não tem tempo para frequentar uma sala de aula. Em termos econômicos, o EAD também apresenta benefícios consideráveis.

Desvantagens do curso tecnólogo

Por ser uma formação de nível superior, a principal desvantagem de um curso tecnólogo é o investimento exigido. No Brasil não há um grande número de instituições públicas que oferecem o curso — o que “força” a opção por faculdades particulares.

Porém, não há como negar o peso que instituições particulares e renomadas adicionam no currículo do profissional. Portanto, a desvantagem não é tão grande nesse sentido.

Matérias estudadas

Alunos de um curso tecnólogo estudam matérias na área de marketing, finanças e economia. Já a parte específica de logística abrange:

  • gestão de compras;
  • relatório financeiro;
  • sistemas de distribuição;
  • gestão da cadeia de suprimentos;
  • transporte intermodal.

Funções e salário de um tecnólogo em logística

Ainda que no Brasil haja uma defasagem no salário com relação a outros países, um tecnólogo pode ganhar entre R$ 5 mil e R$ 20 mil. Com um diploma de tecnólogo em logística, os profissionais podem encontrar empregos em organizações governamentais, particulares, militares e internacionais.

Algumas das posições disponíveis para graduados nesse curso são:

  • gerente de logística;
  • administrador logístico;
  • gerente de compras.

Em suma, não existe curso em logística melhor ou pior quando se trata do técnico e do tecnólogo. Como vimos, as modalidades não competem entre si e, na realidade, se complementam. Porém, para os profissionais que já concluíram o ensino médio e desejam impulsionar a carreira, o mais recomendado é iniciar rapidamente uma formação tecnóloga em logística.

Gostou deste artigo? Então você certamente gostará do nosso post sobre como os profissionais de logística podem se precaver diante da crise econômica. Até breve!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Checklist do Fornecedor LogísticoPowered by Rock Convert

Artigos relacionados

Mais
formação em logística

Conheça 7 cursos de formação em logística para o profissional da área

Atualmente, há inúmeras possibilidades de cursos de formação em logística. Em um momento no qual o setor cresce consideravelmente no Brasil, […]

Categoria: Carreira e formação
Mais
especialização em logística

Atualização profissional: quais são os melhores cursos de especialização em logística?

Muitos são os indicadores capazes de medir o nível de eficiência dos processos logísticos de uma empresa, mas existe um […]

Categoria: Carreira e formação
Mais
Imagem relacionada ao texto

Formação profissional em logística: qual a ideal para a área?

Mesmo com as recentes crises econômicas, a área de logística continuou se expandindo e se tornando cada vez mais necessária […]

Categoria: Carreira e formação
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também