Compreenda-o-que-é-a-logística-colaborativa-e-como-ela-é-aplicada
Logística

Compreenda o que é a logística colaborativa e como ela é aplicada

A logística colaborativa não é um conceito novo, mas vem ganhando maior destaque nos últimos anos, e empresas do mundo inteiro estão buscando meios de adotá-la, principalmente pelos benefícios que ela oferece. O objetivo é reduzir os custos operacionais e diminuir desperdícios ao longo da cadeia.

No artigo de hoje, vamos explicar como ela funciona, como pode ser implementada e as vantagens que pode oferecer para todos os envolvidos. Continue acompanhando a leitura para saber mais!

Afinal, o que é a logística colaborativa?

Como o nome sugere, ela trata da colaboração entre parceiros de negócio — fornecedores, distribuidores, prestadores de serviço, entre outros — e até mesmo os clientes, com o objetivo de otimizar os processos e trazer economia para a operação.

Nesses casos, em vez de atuarem de forma isolada no mercado, todos os players se reúnem e contribuem com informações estratégicas sobre o mercado e as melhores práticas do setor logístico. Assim, cria-se uma cadeia de colaboração sólida, melhorando o atendimento das demandas, aumentando a capacidade e ainda fortalecendo todas empresas envolvidas — que passam a competir como um grupo sólido e mais forte.

Como ela pode ser aplicada nas empresas?

Em um primeiro momento, empresas e profissionais se reúnem e buscam encontrar soluções que vão contribuir para reduzir os custos, melhorar a oferta de serviços, aumentar a qualidade entregue aos clientes, entre várias outras alternativas que podem ajudar a otimizar a logística, no geral.

Existem algumas formas de implementar a colaboração em logística nas empresas. Conheça algumas delas nos tópicos a seguir.

Contratação de transporte

A logística compartilhada no âmbito do transporte ajuda de forma que as empresas não necessitem mais contar com uma frota própria (que gera custos elevados) e possam contratar transportadores ou motoristas para prestar os serviços.

Assim como a Uber, já é possível contar com um serviço semelhante para a contratação de transporte — o que ajuda a manter a oferta regular, ao mesmo tempo em que se economiza nas operações e ainda contribui para fortalecer outras empresas.

Vale lembrar que isso não vale somente para caminhões, afinal, também é possível contratar pessoas que têm carro e bicicleta para realizar entregas que estão dentro do trajeto que fazem diariamente (ideal para pequenas encomendas e entregas last mile).

Operadores logísticos

Os operadores logísticos oferecem um serviço que vai além do transporte de cargas. Eles também são responsáveis pela gestão de um armazém, controlando rotinas como recebimento, armazenagem, separação de pedidos, inventários e expedição.

Com a busca para reduzir os custos logísticos, aliada à necessidade de melhorar o aproveitamento do espaço nos centros de distribuição, muitas empresas têm adotado a estratégia de dividir o galpão com outros negócios. Com isso, os gastos relacionados à manutenção do estoque e ao processamento de pedidos (aluguel, energia, máquinas e equipamentos, entre outros) é dissolvido entre os envolvidos e todos saem ganhando.

Além disso, o responsável pelo armazém também consegue evitar problemas como o pagamento por espaços vazios no galpão e a ociosidade das equipes quando a demanda está baixa.

Logística reversa

A logística reversa se faz necessária por diversos motivos, entre eles otimizar a tratativa de trocas e devoluções, atender à legislação (principalmente quando se trata do descarte adequado de produtos) e adotar e garantir a sustentabilidade.

Também é possível adotar a logística colaborativa nesse processo. O melhor exemplo para explicar como ela funciona é o de contar com uma transportadora que, no percurso de ida, faz a distribuição normal dos pedidos e, na volta, realiza a coleta dos materiais.

Assim como a empresa que contrata o transporte consegue obter a redução de custos, a transportadora também evita a ociosidade do veículo, que, se não fosse por isso, retornaria para a base vazio.

Quais benefícios ela proporciona?

Sobre os diversos benefícios que a logística colaborativa proporciona, podemos citar:

Redução de custos

Como já foi dito em exemplos anteriores, uma das maiores vantagens desse sistema é a redução de custos e ele beneficia todos os envolvidos na cadeia logística, tornando os processos mais eficientes.

Fortalecimento da cadeia de suprimentos

Todas as empresas envolvidas no processo contribuem de alguma forma para otimizar os resultados. Isso pode ser feito por meio de troca de informações, criação de novos serviços e adequação dos processos, por exemplo.

Quando todos os players se unem em prol de um objetivo em comum, a cadeia logística se torna mais sólida e forte, aumentando também a competitividade dos negócios de forma individual.

Sustentabilidade

Como dissemos acima, também é possível implementar ou melhorar a preocupação com o meio ambiente e tornar os processos mais “limpos”. Quando a logística colaborativa se dá no transporte por exemplo, consegue-se diminuir o volume total de veículos nas ruas e, consequentemente, reduzir o gasto com combustível e a emissão de poluentes.

Inteligência logística

Com a otimização das operações e o compartilhamento de conhecimento, pode-se dizer que se alcança um nível maior de inteligência logística, em que todos contribuem com informações estratégicas e elaboram soluções que vão ajudar a se destacar dos concorrentes.

Aumento da oferta de trabalho

Com o compartilhamento de serviços, a oferta de trabalho aumenta, garantindo que as demandas serão atendidas no menor tempo possível — fato que contribui para aumentar a satisfação dos clientes.

Além disso, a tendência é que os preços se tornem mais competitivos, visto que têm mais empresas oferecendo os serviços e, com a colaboração, os custos operacionais diminuem.

Ganho em competitividade

Com todas as melhorias alcançadas, a redução dos custos e a formação de boas parcerias de negócio, é seguro afirmar que as empresas se tornam mais competitivas. Isso contribui para que elas se destaquem dos concorrentes e ainda atraiam um público maior.

A logística colaborativa já tem deixado de ser tendência para se tornar uma realidade cada vez maior e uma grande necessidade para empresas que buscam otimizar as operações e conquistar resultados mais aprimorados. A principal vantagem disso tudo é que todos os envolvidos se beneficiam, além de fortalecer a economia, já que todos conseguem boas oportunidades.

O que achou do nosso artigo? Suas dúvidas sobre o assunto foram esclarecidas? Aproveite para compartilhar o post em suas redes sociais e permitir que mais pessoas conheçam a logística compartilhada!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Artigos relacionados

Mais
Quais-as-expectativas-para-o-setor-de-logística-no-Brasil-em-2018

Quais as expectativas para o setor de logística no Brasil em 2018?

A chegada do ano de 2018 traz diversas expectativas para o setor de logística no Brasil, entre elas, a de […]

Categoria: Logística
Mais
cumprimento de prazos em logística

O cumprimento de prazos em logística não é benéfico apenas para os clientes. Entenda

O cumprimento de prazos em logística é um dos aspectos mais fundamentais e está diretamente ligado à premissa de entregar […]

Categoria: Qualidade e boas práticas
Mais
Metodologia-5S-veja-como-ela-é-aplicada-nas-operações-de-logística

Metodologia 5S: veja como ela é aplicada nas operações de logística

Muitas empresas têm reconhecido o valor da metodologia 5S e buscado aplicá-la em suas operações. Em grande parte, isso se […]

Categoria: Logística
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também