Artigos

Armazenamento de sementes: 6 dicas para fazê-lo de forma correta!

No setor do agronegócio, uma das preocupações dos gestores é em relação ao modo ideal de armazenar sementes. O grão, para germinar, precisa ser bem guardado, sob temperatura adequada e a partir de procedimentos corretos.

Sementes são organismos vivos que precisam de cuidados especiais senão a germinação não ocorrerá, o que representa prejuízos e perda de produtividade. Imagine um galpão inteiro de sementes improdutivas por falta de atenção específica!

Felizmente, as atividades agrícolas vêm apresentando várias modificações positivas, inclusive no que se refere à produção de grãos de soja. Neste artigo, mostraremos como deve ser realizado corretamente o armazenamento de sementes e quais os riscos que o produtor rural sofre se não agir assim!

Os riscos em não armazenar da forma certa

O armazenamento de sementes realizado da maneira correta evita a deterioração antecipada dos grãos, possibilitando longevidade até a próxima safra. O volume deve ser organizado no galpão respeitando critérios de conservação.

Além de reduzir o potencial de germinação da semente, o armazenamento inadequado pode prejudicar toda a lavoura. Transformada em números, essa perda certamente representa o prejuízo de uma alta soma em dinheiro.

Outro perigo que ameaça as sementes guardadas é a possibilidade de infestação. Para evitar esse transtorno, o produtor deve planejar a entrega das sementes: elas devem sair do galpão aproximadamente 25 dias antes da plantação. Agindo dessa forma, elas não ficam sujeitas a condições inadequadas e que podem ser nocivas.

Se as sementes não apresentam a qualidade esperada, o produtor rural perde clientes e, por consequência, perde dinheiro e vê, assim, seu negócio ameaçado.

Dicas para realizar um armazenamento de sementes da forma correta

Para efetuar um correto armazenamento de sementes, é preciso considerar determinados fatores. Vamos falar de 6 deles.

1. Controle a temperatura

A temperatura é um dos critérios mais significativos quando se trata de armazenar sementes. É importante conhecer dois valores: para a maior parte dos grãos, a temperatura mais adequada é em torno de 25ºC; já para o milho e para a soja, essa temperatura deve ser inferior a 20ºC.

O controle da temperatura é fundamental para assegurar que as sementes oferecerão todo seu potencial germinativo.

Um local bem ventilado é o mais recomendado para qualquer espécie de semente.

2. Fique alerta à umidade relativa do ar

Outro fator de vital importância para a conservação das sementes é a umidade do ar. Conforme estudos efetuados sobre o assunto, a cada 5°C a mais na temperatura do ambiente, a longevidade da semente cai pela metade (faixa de 0ºC a 50ºC).

Se for aumentado 1% no grau de umidade do ar (considerando-se um intervalo entre 5% a 14%), a longevidade da semente também tende a cair.

Os melhores lugares de armazenamento de sementes são aqueles em que o total dos valores da temperatura e da umidade relativa do ar não superem 45. Nesse contexto, a umidade apresenta-se ainda mais relevante que a temperatura.

Atentando para a temperatura e, principalmente, para a umidade, a longevidade da semente pode duplicar ou até quadruplicar. Sementes com longevidade estendida estão, na maioria das vezes, em ambientes com umidade do ar aproximada de 12%.

Quando as sementes são guardadas em lugares em que a umidade relativa do ar é muito alta, elas procuram atingir o equilíbrio higroscópico com o ar, agilizando o processo de deterioração. A higroscopia é a capacidade que as sementes têm de absorver água.

3. Cuidado com a circulação do ar

Lugares ventilados com circulação de ar satisfatória são os mais apropriados para armazenar sementes. Mas a ventilação deve ser controlada, pois se a umidade externa for muito alta causará danos às sementes guardadas.

Um galpão em que o ar circule de forma agradável deve receber preferência sobre outros ambientes. É importante também que os grãos sejam armazenados de forma a aproveitar ao máximo essa ventilação. Não convém armazenar os volumes colocando-os muito próximos uns dos outros.

O filme plástico que envolve os volumes deve ser imediatamente retirado quando eles chegarem ao galpão.

4. Mantenha o galpão organizado

A estrutura do galpão pode ser feita para aproveitar melhor as sementes, por meio de uma adequada organização. O ambiente precisa estar limpo e receber cuidados para não ficar infestado de pragas.

Os volumes contendo as sementes precisam ficar sobre estrados de madeira, os pallets. Essa medida evita que as sementes fiquem expostas ao solo. Também é recomendado não deixar que as sementes tenham contato direto com as paredes e com o teto, devendo ser respeitada uma distância mínima de meio metro delas e de um metro e meio do teto.

Fique atento também a não dispor pesos em excesso sobre os volumes, nem deixá-los muito perto de outros insumos (agrotóxicos, sal mineral, adubo, combustíveis).

5. Faça limpezas periódicas

A limpeza é outro fator relevante quando se trata de armazenamento de sementes. Ela ajuda na manutenção da qualidade do produto. A profilaxia deve ser feita antes de as sementes entrarem no galpão e durante todo o período em que elas permanecerem lá.

Os grãos que caírem no chão devem ser varridos para que não proliferem ratos e insetos no galpão. Também é importante controlar pragas como traças e fungos que poderão aparecer.

6. Escolha os materiais apropriados

Para armazenar sementes, é comum usar o contêiner, que é hermético e não permite a entrada de umidade, além de proporcionar uma fácil limpeza. Também ajuda a conservar a temperatura certa por meio da climatização.

O contêiner dispensa o produtor agrícola de construir ou alugar galpões. Algumas empresas alugam contêineres para produtores agrícolas. Para muitos empreendedores do agronegócio, essa é uma boa solução, pois os equipamentos são alugados apenas no período necessário.

Um contêiner de 76 metros cúbicos pode armazenar um volume considerável: 2.160 sacos de 20 quilos! Além de ser um equipamento móvel (um tipo de armazém móvel), o contêiner é resistente e apresenta uma elevada durabilidade, que pode alcançar mais de 100 anos.

Trata-se de uma solução que pode ser utilizada em casos urgentes. Por exemplo, se uma chuva forte, acompanhada de vento, arrancou a cobertura de um galpão, o produtor pode recorrer ao contêiner para armazenar suas sementes.

O armazenamento de sementes deve ser cuidadosamente planejado pelo empreendedor rural. O descaso com essa etapa logística pode comprometer toda a sua produção.

Gostou das dicas? Aproveite e curta a página da CargoX no Facebook!

Artigos relacionados

Mais
As-consequências-da-crise-para-o-mercado-de-transporte-de-cargas-rodoviário

As consequências da crise para o mercado de transporte de cargas rodoviário

* Por Federico Vega Os altos custos do transporte e a falta de acesso ao capital são responsáveis pela perda […]

Categoria: Artigos
Mais

Entenda como a Cargo X cresceu 750% em um ano

Desde 2016 no mercado, a Cargo X foi criada em São Paulo depois que Federico Vega, fundador, fez algumas viagens […]

Categoria: Artigos
Mais

Cuidados com o caminhão: 7 ações para preservar o seu

Para manter seu caminhão preservado, convém tomar alguns cuidados relacionados à sua limpeza e manutenção. Se o veículo não recebe […]

Categoria: Artigos
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também