Tendências

Afinal, o que é a logística 4.0 e como sua empresa deve se preparar para essa transformação?

O conceito de Indústria 4.0 já é conhecido por muitas pessoas. Porém, o termo Logística 4.0 ainda não é tão difundido assim. Em ambos os casos, estamos falando de novas tecnologias e recursos voltados para o ganho de eficiência, agilidade e redução de custos.

Para explicar melhor do que se trata, os benefícios e os desafios dessa evolução, resolvemos elaborar este artigo. Quer saber mais sobre o assunto e ficar por dentro dessa tendência que tem se tornado, cada vez mais, uma realidade nas empresas? Então confira agora mesmo!

O que é a logística 4.0?

Em um modelo tradicional da Indústria 4.0, a produção é feita em grande escala, com grandes quantidades de produtos — acumulando estoques com o objetivo de manter os itens disponíveis para cumprir com a demanda sem correr o risco de faltas.

A medida que a tecnologia e os sistemas de produção avançam, pode-se começar a focar na exigência do cliente, produzir bens personalizados e fabricar apenas o necessário para a comercialização em um curto período de tempo.

Para que isso se torne possível, é preciso que toda a cadeia de suprimentos tenha o mesmo pensamento e mantenha as necessidades alinhadas. Assim, diminui-se o consumo de matéria-prima e produtos acabados, restringe-se os níveis de estoque, aumenta-se a agilidade dos processos e se otimiza os processos de entregas.

Como consequência, as empresas passam a não depender mais de grandes centros de distribuição e toda a supply chain ganha em eficiência, qualidade e diminuição dos prazos. É aí que entra o conceito da Logística 4.0, que surgiu a partir da Indústria 4.0, mas que agora se mostra necessária para que as empresas possam se tornar mais competitivas no mercado.

De maneira geral, a Logística 4.0 pode ser definida como uma evolução da logística tradicional e tem como premissa básica a necessidade de investimento em tecnologia para conseguir aumentar o market share.

Como dito, a ideia surgiu após a quarta revolução industrial (a Indústria 4.0). Aqui, o foco é usar a tecnologia como a maior aliada do crescimento organizacional. Assim, a tendência é a de que os processos sejam automatizados, contribuindo para o aumento da produtividade e o ganho de eficiência nas operações.

De maneira geral, podemos dizer que isso se torna possível graças ao uso de diversas soluções. Entre as principais:

  • cloud computing;
  • big data;
  • internet das coisas;
  • inteligência artificial;
  • digital twin;
  • machine learning.

Assim, torna-se toda a operação conectada, desde máquinas e transportadoras até os colaboradores. O foco sempre está em manter uma logística mais rápida, conectada e inteligente.

Quais benefícios ela proporciona?

Há diversas vantagens em adaptar as operações para a Logística 4.0. Explicaremos as principais delas nos tópicos a seguir.

Redução de perdas

Torna-se mais fácil conhecer os produtos em tempo hábil para elaborar uma solução mais efetiva. Além disso, também se consegue promover a redução de perdas nos estoques, a necessidade de retrabalho, problemas com avarias e extravios, entre outros problemas que podem comprometer a produtividade, os custos e os resultados.

Melhora na análise de dados

O investimento pesado em tecnologia de ponta ajuda a potencializar os resultados à medida que se utiliza sistemas inteligentes para realizar as análises. Essas soluções têm capacidade de fornecer insights para a otimização dos processos e a criação de estratégias mais eficazes.

Maior foco na estratégia de negócios

O foco na Logística 4.0 é voltado para a estratégia organizacional. Os objetivos estão sempre relacionados a aprimorar e modernizar a gestão, eliminar (ou minimizar) gargalos e desperdícios, otimizar o tempo e reduzir os custos sem comprometer a qualidade.

Para isso, promove-se grande conectividade entre os processos, utilizando softwares que monitoram os fluxos de trabalho com precisão e mantém as informações acessíveis e sempre atualizadas.

Redução de custos

Com a redução de perdas, a otimização do transporte e a desburocratização dos processos, chega-se à redução dos custos operacionais. A partir daí, a empresa se torna mais competitiva no mercado e consegue conquistar fatias maiores de mercado.

Aumento da satisfação dos clientes

Com todas as melhorias e modernizações realizadas na empresa, consegue-se perceber um ganho de qualidade nos serviços prestados, que se traduz no aumento da satisfação dos clientes. Isso pode ser alcançado de diversas formas:

  • prazos de entrega menores;
  • informações atualizadas a respeito do status do pedido;
  • diminuição de erros;
  • preços mais competitivos.

Vale destacar que entender e atender às necessidades dos clientes, é a base para que eles sejam fidelizados e sempre tenham a empresa como primeira opção no momento de uma nova compra.

Quais desafios ainda precisam ser enfrentados?

O primeiro — e talvez o maior deles — está relacionado à mudança na cultura organizacional. Como a ideia é aumentar a integração por meio da conectividade, as pessoas devem estar preparadas para mudar a forma como executam e monitoram os processos.

Outro ponto que vale a pena destacar é que, em modelos tradicionais, as empresas costumam operar com níveis altos de estoque e centros de distribuição (CDs) não tão conectados e isso contribui para a incidência de erros e perdas.

Entretanto, na Logística 4.0 entra o grande desafio: o de eliminar estoques ao mesmo tempo em que se diminui o lead time dos pedidos. Em um país com dimensões continentais como o Brasil, é de suma importância sincronizar os processos com o fluxo de trabalho dos fornecedores — por isso,  a necessidade de contemplar toda a cadeia de abastecimento e não apenas as rotinas internas.

Além desses pontos, outras questões que precisam ser implementadas na gestão são:

  • alta conectividade e integração (entre equipamentos, pessoas, processos, áreas e empresas);
  • informações precisas, acessíveis e atualizadas em tempo real;
  • CDs mais inteligentes, com gestão mais moderna e conectada;
  • visão geral da cadeia de suprimentos;
  • foco na otimização.

Vale ressaltar que a Logística 4.0 já tem saído do patamar de tendência e tem se tornado cada vez mais realidade no mundo dos negócios. As empresas que investirem nesse modelo podem sair na frente da concorrência, criar diferenciais competitivos e ganhar mais mercado.

O que achou do artigo? Quer aproveitar para saber quais são as expectativas para o setor de logística em 2018? Confira agora mesmo!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Artigos relacionados

Mais
drones para operações logísticas

Saiba como utilizar drones para operações logísticas

A utilização de drones para operações logísticas é um assunto que já vem sendo discutido e que podemos esperar como […]

Categoria: Tendências
Mais

4 tendências em transporte de carga que sua empresa precisa conhecer

As tendências em transporte de carga estão muito relacionadas à tecnologia, o que não é nenhuma surpresa, pois ela impacta […]

Categoria: Tendências
Mais
Imagem relacionada ao texto

Blockchain na logística: descubra quais as vantagens e como aplicar

As tecnologias são responsáveis por revolucionar diversos segmentos e otimizar a realização de atividades. Nessa perspectiva, ter ferramentas de controle e gerenciamento […]

Categoria: Tendências
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também