Tendências

4 tendências em transporte de carga que sua empresa precisa conhecer

As tendências em transporte de carga estão muito relacionadas à tecnologia, o que não é nenhuma surpresa, pois ela impacta cada vez mais todos os setores da sociedade. A internet, por exemplo, já é uma das maiores invenções da história da humanidade.

Sendo assim, quando um setor busca evolução, naturalmente, tudo ou a maior parte disso se relacionará com o tecnológico. Na área de transporte de carga não é diferente, as grandes empresas preparam novidades que mudarão de vez o setor.

Por isso, esse artigo apresentará 4 tendências em transporte de carga que você pode esperar para os próximos anos. Isso será importante para futuras adaptações e implementações. Acompanhe e boa leitura!

 

1. Caminhões autônomos

Um caminhão autônomo, também conhecido como robótico ou, informalmente, como “sem motorista”, é um veículo capaz de imitar as capacidades de controle e manuseio humano.

Essa tecnologia é capaz de perceber o ambiente que o rodeia e navegar de acordo com as informações obtidas. Dentro de um veículo com essas características, o motorista pode escolher o destino, mas não é obrigado a ativar qualquer operação mecânica. Os sistemas avançados de controle interpretam dados para identificar a rota apropriada, bem como obstáculos e sinalizações relevantes.

Os caminhões autônomos são capazes de trafegar em estradas previamente programadas, porém, se os dados não forem adicionados corretamente ao sistema do veículo, isso pode comprometer a consistência e normalidade da viagem.

Existem vários programas ativos no mundo, mas para a sua implementação definitiva é necessário um ajuste de vários aspectos referentes à segurança rodoviária. Algumas das grandes empresas que já desenvolvem projetos nessa área são:

  • Google;
  • Daimler AG;
  • BMW;
  • Renault;
  • Ford;
  • Volvo;

A própria Google, recentemente lançou um modelo de caminhão autônomo que realizou uma viagem logística, mostrando que o setor de transporte de carga tem muito a ganhar com a nova tecnologia.

2. Big data para transporte de carga

Até poucos anos atrás, o Big Data não era importante para empresas de logística e transporte. Hoje, a situação se inverteu completamente. Ele, de maneira simples, é utilizado para coletar todas as informações que não podem ser processadas ou analisadas por ferramentas ou processos tradicionais devido a sua magnitude.

Todos os dias produzimos inúmeros dados de redes sociais, transações próprias etc. Esses dados, que ocupam uma grande quantidade de informações, são de grande importância para empresas de logística, bem como para outros setores industriais e de serviços.

Na parte de transporte, particularmente, o Big Data pode ser utilizado para cruzar dados e obter informações privilegiadas sobre consumo ou custo dos veículos, dirigibilidade dos motoristas, etc.

Por isso, cada vez mais as empresas estão investindo na implementação do Big Data em seus sistemas internos. A tendência é de forte crescimento para os próximos anos. Algumas outras vantagens da utilização da ferramenta são:

  • melhor conectividade (com a integração do Big Data é possível um rastreamento mais vasto);
  • facilidade na visualização e interpretação de processos (modernização da gestão de transporte);
  • redução de custos (com o auxílio do Big Data pode ser feita a manutenção preditiva, reduzindo os custos com quebras e defeitos de veículos, por exemplo).

3. Robótica no transporte de cargas

Como dito na introdução, a tecnologia estará intrinsecamente ligada às tendências do setor de transporte e logística. A implementação de robôs para a função de carregamento e descarregamento de caminhões é mais uma prova disso.

Hoje já existem máquinas robóticas que realizam funções em armazéns e galpões logísticos. Porém, a tendência é que esses processos avancem e algumas tecnologias se solidifiquem no mercado, tais como:

  • mobilidade habilitada por giroscópios;
  • tecnologias de mapeamento;
  • autonomia de processamento.

Com toda essa evolução, os robôs poderão reconhecer cargas específicas por meio de algumas vertentes, como tamanho e peso, movendo-as para os locais corretos de coleta e embalagem.

Entre as principais vantagens de se utilizar máquinas inteligentes para carregamento e descarregamento de caminhões, estão:

  • maior eficiência e redução de falhas;
  • inexistência de impedimentos físicos;
  • diminuição de custos de mão-de-obra;

4. Serviços que usam a tecnologia para atender de forma mais eficiente

Mobilidade e dinamismo são palavras que estão em voga. Para continuar expandindo e conquistando mais clientes, o serviço de transporte de carga também precisou se encaixar nessa realidade.

Essa adequação chegou com os serviços de mediação entre o provedor de transporte e o usuário. As empresas que trabalham com essa atividade oferecem mobilidade individual e compartilhada.

Existe uma tendência para consolidar a intermediação para todos os modos de transporte, inclusive o de cargas. Na Finlândia, por exemplo, eles chamam isso de ” mobilidade como serviço”.

O objetivo é oferecer portais exclusivos onde os usuários simplesmente solicitam um serviço baseado em sua origem e destino, e o portal oferece a melhor alternativa com base nas preferências do cliente (tempo, custo, facilidade, entre outros).

Essa consolidação e a integração com meios automáticos de pagamento facilitam as transações individuais e descomplicam planos de mobilidade integrados, da mesma forma que hoje contratamos serviços de transporte particular. No mundo já existem várias empresas que trabalham nessa forma, aqui no Brasil a maior referência no setor é a Cargo X.

Com o apoio de um software próprio, a Cargo X faz o intermédio entre as partes (empresa e caminhoneiro) para o acompanhamento da entrega e para o desenvolvimento dos serviços burocráticos envolvidos nesse processo.

Sem dúvida alguma, uma das maiores vantagens de se trabalhar a partir dos serviços de intermediação é o dinamismo que a atividade oferece. Por exemplo, com o sistema utilizado pela Cargo X, o usuário consegue:

  • acompanhar o trajeto da carga pelo painel virtual;
  • visualizar cada etapa dos processos necessários;
  • desenvolver o acordo de forma interativa.

Enfim, não há dúvidas de que as tendências em transporte de carga revolucionarão o setor como nunca antes. Para empresas que não desejam ficar para trás e perder espaço no mercado, é preciso um estudo e preparação prévia para uma fácil e rápida adaptação. Assim sendo, é essencial uma análise dessas e outras informações relevantes.

Gostou do artigo e quer continuar lendo sobre assuntos como este? Então continue se aprofundando e baixe o nosso e-book com um guia para otimizar o seu negócio logístico!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Artigos relacionados

Mais
drones para operações logísticas

Saiba como utilizar drones para operações logísticas

A utilização de drones para operações logísticas é um assunto que já vem sendo discutido e que podemos esperar como […]

Categoria: Tendências
Mais
transportadoras

Um novo fator que está mudando o modelo tradicional de transportadoras

Tudo muda. Na vida, na natureza e, obviamente, no mercado, as coisas estão sempre se modificando. Estas transformações nem sempre […]

Categoria: Tendências
Mais

Caminhões autônomos: sonho ou realidade nas operações logísticas?

O caminhão autônomo é a nova tendência para o setor de transportes e promete trazer mais eficiência, rapidez e qualidade […]

Categoria: Tendências
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também