ferramentas de logística
Ferramentas e tecnologia

4 ferramentas de logística para ajudar a otimizar processos

A chamada “Era digital“, repleta de informações em tempo real, permite que as empresas estejam cientes das necessidades do consumidor e entendam melhor os meios de oferecer produtos e serviços. As novas ferramentas de logística fazem parte dessa evolução.

A combinação dessas novas tecnologias em Supply Chain Management (SCM) e em logística proporcionou avanços importantes nos métodos utilizados pelas empresas. Um exemplo é a adoção de sistemas que facilitam a gestão e otimizam processos internos e externos.

Quais são essas ferramentas? Como realmente funcionam? Continue lendo e conheça 4 ferramentas de logística que podem impulsionar a produtividade da sua empresa. Acompanhe e boa leitura!

1. TMS (Transportation Management System)

Um sistema de gerenciamento de transporte (TMS) é um subconjunto do gerenciamento da cadeia de suprimentos (SCM) que lida com o planejamento, execução e otimização dos movimentos físicos de mercadorias. Em termos mais simples, é uma plataforma logística que permite aos usuários gerenciar e otimizar as operações diárias de suas frotas de transporte.

O TMS é oferecido como um módulo no ERP (Enterprise Resource Planning) e ajuda as organizações a movimentarem o frete de entrada e de saída usando ferramentas com:

  • planejamento e otimização de rotas;
  • execução de operações;
  • gerenciamento de pátio;
  • visibilidade de pedidos e gerenciamento de operadoras.

Os objetivos finais do uso de um TMS são melhorar a eficiência da remessa, reduzir custos, obter visibilidade da cadeia de fornecimento em tempo real e aprimorar o atendimento ao cliente.

2. WMS (Warehouse Management System)

Um sistema de gerenciamento de depósito (WMS) é um software de processos que permite às organizações controlar e administrar as operações do armazém a partir do momento em que bens ou materiais entram no depósito e pelo tempo que ali permanecerem. As operações em um depósito incluem gerenciamento de estoques, processos de picking e auditoria.

Por exemplo, um WMS pode fornecer visibilidade de estoque a qualquer hora e local, seja em um escritório ou mesmo em um local movimentado. Ele também pode gerenciar as operações da cadeia de suprimentos desde o fabricante ou atacadista até o depósito, depois até um varejista ou centro de distribuição. Um WMS é frequentemente utilizado em paralelo ou integrado a um sistema de gerenciamento de transporte (TMS), ou a um sistema de gerenciamento de inventário.

Entre outras coisas, a implementação de um WMS pode ajudar uma organização a:

  • reduzir os custos de mão de obra;
  • melhorar a precisão do estoque;
  • facilitar a flexibilidade e a capacidade de resposta;
  • diminuir erros na coleta e no envio de mercadorias;
  • aprimorar o atendimento ao cliente.

Os modernos sistemas de gerenciamento de armazém operam com dados em tempo real, permitindo que a organização gerencie as informações mais atuais sobre atividades, como pedidos, remessas, recibos e qualquer movimentação de mercadorias.

3. ERP (Enterprise Resource Planning)

O ERP é um acrônimo para Enterprise Resource Planning, mas até mesmo seu nome completo não esclarece muito bem o que é o ERP, ou o que ele faz.

Para um entendimento mais claro, é essencial analisar todos os processos que são vitais para administrar um negócio, incluindo gerenciamento de inventário e pedidos, contabilidade, recursos humanos, gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) e além.

O recurso central da ferramenta é um banco de dados que compartilha várias funções aplicadas por diferentes diretrizes de negócios. Em outras palavras, profissionais em diversos setores podem confiar nas mesmas informações para suas necessidades específicas.

Por exemplo, com os pedidos de vendas fluindo automaticamente para o departamento logístico sem qualquer reinscrição manual, o departamento de gerenciamento de pedidos pode processá-los com mais rapidez e precisão, e o setor logístico pode fechar os livros mais rapidamente. Outros recursos comuns de ERP incluem um portal ou painel para permitir que os funcionários entendam rapidamente o desempenho dos negócios nas métricas principais.

4. Software de gestão de estoque

Os sistemas de estoque e gerenciamento de estoque estão se tornando essenciais não só na logística, como também no varejo, no atacado, na prestação de serviços e em muitos outros setores, ajudando as empresas a rastrear seus ativos produzidos e distribuindo-os de acordo com os pedidos dos clientes.

O software de gerenciamento de estoque reúne todas as ferramentas que ajudam a diminuir as taxas de produtos obsoletos, furtos e avarias. Logicamente, tudo isso é importante para qualificar o serviço e manter os clientes satisfeitos.

O que as empresas modernas consideram como vantagem mais competitiva da tecnologia de automação de estoque é a possibilidade de planejar com antecedência e se preparar para picos de vendas ou quedas repentinas, monitorando tendências e fazendo referência a registros históricos.

Com ações organizadas e categorizadas, você também aumentará sua eficácia e extrairá estatísticas importantes sempre que precisar delas. Independentemente da complexidade de seu estoque ou do número de produtos que distribuirá, uma ferramenta de gerenciamento será uma adição valiosa à sua infraestrutura de software e uma das maneiras mais rápidas de atender às expectativas de funcionários e clientes.

Veja as vantagens mais abrangentes desse sistema.

Armazenamento centralizado

Quanto mais locais você tiver para administrar, mais difícil será gerenciar os pedidos e direcionar os produtos para os clientes certos. Com uma ferramenta de armazém adequada, você será capaz de rastrear a disponibilidade de todos os produtos e serviços e, assim, manter os clientes informados sobre os status de seus pedidos.

Operações de estoque eficientes

A boa gestão de estoques é o pilar fundamental de qualquer negócio de logística e empresas de atacado e varejo, pois economiza tempo e esforço necessários para gerenciar o estoque manualmente.

Com um sistema colaborativo em ação, seus funcionários não precisarão mais criar relatórios diários, eles terão os dados prontos e atualizados regularmente em seus dispositivos.

Maior produtividade de vendas

Muitas empresas relatam uma melhoria significativa de suas taxas de negócio ao implementar a primeira solução de gerenciamento de estoque. Isso ocorre porque um inventário preciso impede a perda de mercadorias e minimiza erros humanos comuns, como o relato de produtos fora de estoque.

Enfim, já existe no mercado uma quantidade considerável de ferramentas de logística que facilitam e otimizam a produtividade das empresas. Em um mercado competitivo, implementar a tecnologia pode ser determinante entre erro e acerto na tomada de decisão de um gestor ou empresário.

Achou o artigo interessante? Não deixe de assinar a nossa newsletter e ficar sempre atualizado!

FAÇA UMA COTAÇÃO COM A CARGOX

Artigos relacionados

Mais
ciclo de pedido

Ciclo de pedido: tecnologia e custos logísticos

Conectar todas as atividades de seu processo logístico é essencial para o sucesso! Sua empresa ou parceiro deve ter o […]

Categoria: Ferramentas e tecnologia
Mais
tecnologia

Como a tecnologia impacta nas operações logísticas?

O principal objetivo da logística é conseguir entregar o produto certo, da forma mais adequada, no menor tempo possível e […]

Categoria: Ferramentas e tecnologia
Mais
Entenda-como-a-tecnologia-pode-beneficiar-o-gerenciamento-da-sua-frota

Entenda como a tecnologia pode beneficiar o gerenciamento da sua frota

Não há como negar os impactos da tecnologia sobre a logística. As contribuições oferecidas nos últimos anos elevaram esse importante […]

Categoria: Ferramentas e tecnologia
Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também

Estamos ajudando milhares de profissionais de transporte com nossos conteúdos. Inscreva-se também